Pesquisar neste blog

domingo, 28 de abril de 2019

Os Astros



Quem garante que os personagens tão famosos do passado, como os citados na bíblia, não eram atores famosos de novelas (teatro) interpretando e encenando naqueles tempos?😎
(Veja na imagem uma cena da interpretação dos atores)
Os nomes que os atores usavam eram fictícios.

Por exemplo: No filme The Matrix, "Neo" não é o nome verdadeiro do personagem. O nome verdadeiro dele no filme é Thomas A. Anderson. Mas ele é conhecido no mundo todo como Neo. Porém, o nome real do ator é Keanu Reeves, mas nem todos reconhecem o ator por esse nome.
Neo (bem) com o poder de voar... lutando com Smith (mal)
O ator Yehoshua Hamashiach que encenava num teatro (ao céu aberto) um conto antigo, junto de seus colegas atores, interpretou tão bem o personagem 'Jesus' na peça "O filho de uma virgem", que ficou conhecido em toda Galileia. O sucesso foi tanto (como The Matrix, Titanic, O Rei Leão, A lagoa azul...) que resolveram interpretar outras peças, como "Ressurreição", "O filho do Homem", "O rei dos reis", "Paixão de Cristo", "Os Apóstolos", entre outros que acabaram sendo registrados também por alguns escribas e fãs em seus "bloco de notas".

Jesus, assim como Odete Roitman e Sinhozinho Malta, ficaram conhecidos pelo nome fictício. Era o maior entretenimento de inovação da época, contando com elenco de belos homens e, posteriormente, incluíram algumas atrizes e diversos figurantes.

Mais tarde, com o passar do tempo, escribas e fãs foram mudando de lugar, cidade e até de país, e parte das anotações foram perdidas nessas mudanças. Mas das que foram preservadas e algumas poucas que posteriormente foram encontradas, originou-se a obra de escritas com o subtítulo "novo testamento", que compôs o conjunto de outras peças mais antigas, como "velho testamento", que, somando as duas, criaram a obra "Bíblia".
Bom...
Assim inventaram os seriados e novelas com episódios a perder de vista. Era, e ainda é, o maior entretenimento para ganhar a atenção daqueles que buscam fora de si algo para lhes completar ou preencher.

Estariam os religiosos adorando atores épicos?
Boa reflexão.
Fabio Ibrahim

.

terça-feira, 2 de abril de 2019

Séries e filmes sobre viagem no tempo e universo paralelo

 
Em comemoração aos 10 anos deste blog, deixo sugestões entre séries e filmes para você assistir e viajar junto no tempo ou em outra realidade.




01 – Se eu não tivesse te conhecido

Após perder a família em um trágico acidente, Eduard viaja para universos paralelos em busca de um final melhor para o amor de sua vida, Elisa.
Obs.: Novidade! Sugiro ver pelo menos 02 episódios para analisar se deve continuar assistindo.
Link do Netflix: www.netflix.com/br/title/80988860



02 – Outlander

Nesse conto épico, um guerreiro e uma enfermeira vivem uma paixão avassaladora, mas 200 anos os separam.

Obs.: Imperdível! Um calor envolvente toma conta da tela. Histórias incríveis que se cruzam. Semelhanças, misticismo (tradicional) e muito mais! Como muitos dos filmes de "viagem no tempo", há um mundo metafísico (ou místico) a ser explorado que caiu no esquecimento ao passar dos tempos.
Link do Netflix: https://www.netflix.com/br/title/70285581



03 – El Ministerio del Tiempo

Três policiais de épocas diferentes trabalham para uma agência secreta e protegem o passado da Espanha de invasores que viajam no tempo para manipular a História.

Obs.: Não duvide que isso não possa ocorrer, principalmente de outras formas. Seriado interessante que mistura épocas, trajes e segredos. "Há um universo para cada decisão que tomamos ou não na vida."
Link do Netflix: https://www.netflix.com/br/title/80064235



04 – Dark

Quatro famílias iniciam uma desesperada busca por respostas quando uma criança desaparece e um complexo mistério envolvendo três gerações começa a se revelar.

Obs.: Em breve será disponibilizada mais uma temporada. Dark foi indicada ao Grimme Preis, o prêmio mais importante da TV alemã.
Link do Netflix: https://www.netflix.com/br/title/80100172



05 – Coherence

Durante um jantar, oito amigos começam a falar sobre a proximidade de um cometa, e sobre os rumores de que a passagem deste corpo celeste é capaz de trazer mudanças graves no comportamento das pessoas. Logo após a discussão, a luz acaba, e estranhos fenômenos começam a acontecer com os convidados, questionando a noção de realidade.

Obs.: Filme que dará um nó no teu cérebro. Se tu acredita que tudo é linear, vai dar um nó no teu cérebro. Se você é aberto para teoria da relatividade, física quântica e infinitas possibilidades, eis um filmaço!



05 – Em algum lugar do passado (clássico)

Um dramaturgo obcecado com a foto de uma atriz do início do século XX volta no tempo para encontrá-la e os dois iniciam uma relação amorosa.

Obs.: Um dos mais belos filmes que já assisti. Aliás, assistido pelo menos 6 vezes. Uma música marcante aliada numa história que dá até vontade de praticar o mesmo exercício. Que, afinal, quantas pessoas não deve ter tentado fazer após assisti-lo?
Link do Netflix: https://www.netflix.com/br/title/981269



Bônus – Time Speech

Time Speech (O Discurso do Tempo) retrata o encontro de Adam, um vendedor de seguros, com um misterioso homem num restaurante abandonado da California dos anos 40. Através deste encontro, o curta aborda uma crítica à nossa sociedade contemporânea, marcada por novas tecnologias e interações digitais entre as pessoas.




Obs.: Curta Metragem com a produção de Fábio Medeiros e Rebeca Casagrande (SP, Brasil) da Cinemakers
Gênero: Sci-Fi – Estúdio: Cinemakers – Estrelando: Federico Cibils e Nick Moss – Direção: Fabio Medeiros – Roteiro: Rebeca Casagrande – Produção Executiva: Rebeca Casagrande – Visual FX: Bruno Zuppone – Edição de Áudio: Claudio Martos (Estúdio Buena Onda) – Colorista: Alex Yoshinaga (Color FX)



Como disse Lacan, psicanalista francês:
"A verdade só pode ser dita nas malhas da ficção."


Bon appétit.


 .
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...