Google+ Followers

Pesquisar neste blog

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Brasil: Círculos estranhos intrigam moradores de Piancó


Coincidência ou não, logo após a repercussão do recente avistamento de um Objeto Voador não identificado - OVNI nos céus de Piancó, outro fenômeno estranho vem intrigando os seus moradores.

A equipe do Site de Piancó visitou dessa vez, círculos, alguns com mais de três metros de diâmetro (fotos abaixo), descobertos num antigo campo de aviação desativado que fica nos arredores da cidade.

As marcas teriam aparecido misteriosamente e as pessoas acham que elas podem ter sido feitas por naves extra-terrestres.
As marcas são suaves porque a grama é baixa, mas dá pra perceber que algo pesado as fez.

Para Geovani Caldas, que sempre passa pelo local e que não acreditava no assunto de extra-terrestres, há sim a possibilidade de que as marcas foram deixadas pelo pouso de uma nave. “Sinceramente, nem penso em encontrar um alienígena, por enquanto. Acho que não estou preparado”, diz ele.



Outro caso

Na década de 1980, círculos em plantações também intrigaram a Inglaterra, e não tinha ET na história. Dois velhinhos admitiram a culpa. Com madeira e corda, começaram a desenhar as figuras geométricas. Outros fizeram o mesmo, e os círculos foram se espalhando.

Nos vários países onde já foram descobertas marcas de OVNIS, como a Inglaterra, a Áustria ou a Alemanha, os círculos tenderam a ficar mais bonitos. Na Inglaterra, inicialmente os círculos eram rudimentares, feitos de uma maneira mais primitiva, mas tem vindo a aprimorar-se, revelando uma aprendizagem.

Hoje a internet traz até dicas das melhores ferramentas e um manual para fazer os círculos.


DA REDAÇÃO DO SITE DE PIANCÓ 



*É preciso analisar muito bem isso, pois há mãos humanas que fazem, podendo este também ter sido feito.
O duro é a assimilação dessas "figuras" com os extraterrestres.
Vamos pensar a quem interessa isso tudo.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vídeos

Loading...