Google+ Followers

Pesquisar neste blog

quinta-feira, 25 de março de 2010

Coisas estranhas no céu


Um F-117 voando no crepúsculo

Jorge Luiz Calife


Primeiro foram os discos voadores. Pires prateados que o piloto Kenneth Arnold avistou sobre o monte Rainier, em 1947, iniciando o mistério dos objetos voadores não identificados. Neste início do terceiro milênio, as pessoas continuam vendo coisas estranhas no céu, mas agora são triângulos pretos com luzes coloridas. E desta vez parece que não são pilotados por homenzinhos verdes ou cinzentos. Os misteriosos triângulos negros podem ser aeronaves experimentais produzidas na base aérea de Groom Lake, Nevada, que o povo (e o cinema) costuma chamar de "Área 51".


Uma das aparições do "triângulo negro" aconteceu no dia 6 de janeiro de 1995 e reproduziu, na vida real, uma cena clássica do filme "Contatos Imediatos", de Steven Spielberg. Um jato Boeing 737 da empresa British Airways descia para pousar no aeroporto de Manchester, no fim de um voo procedente de Milão. O piloto percebeu alguma coisa se aproximando rapidamente e alertou o co-piloto. O objeto passou diante do cockpit do Boeing em velocidade supersônica e só foi visto de relance. Depois que o avião pousou em Manchester, os tripulantes fizeram desenhos do que tinham visto. Um prisma triangular negro com luzes verdes na borda. Não era o primeiro avistamento na Inglaterra. Em 1993, outra forma negra triangular tinha sobrevoado algumas bases militares inglesas, movendo-se tão rápido que não podia ser interceptado ou seguido.



Curiosamente, o período coincide com a primeira guerra do Golfo Pérsico, e a Guerra da Bósnia, quando o avião invisível ao radar, F-117, fora deslocado para bases da Força Aérea Americana na Europa. E o F-117, chamado de Falcão Noturno, é preto e tem forma triangular. O único problema com essa hipótese é que ele não atinge velocidade supersônica, sendo um bombardeiro capaz de se deslocar com a mesma velocidade de um jato comercial, em torno de 900 km/h.


O triângulo negro supersônico pode ser outra coisa. Em 1997, um desses Ovnis triangulares sobrevoou a cidade de Phoenix, no Arizona, e no ano 2000 chegou a menos de 200 metros de um acampamento de excursionistas no estado americano de Idaho. Na ocasião, o objeto pareceu pairar silenciosamente no ar e exibiu um movimento não aerodinâmico, girando lentamente e deslizando como se pudesse anular a força da gravidade. Para os ufólogos, seria o TR3-B, uma nave antigravitacional desenvolvida a partir da tecnologia capturada de um disco voador, aquele disco voador que teria caído em Rosswell, no Novo México, em 1947.


O físico americano Edgar Fouche afirma ter trabalhado no desenvolvimento do TR3-B. Segundo ele, a aeronave teria um motor onde o metal líquido mercúrio seria pressurizado e acelerado por energia nuclear até produzir um plasma. Esse plasma criaria um campo antigravidade capaz de fazer o veículo flutuar no ar ou se mover em velocidade supersônica, protegido por uma bolha de plasma incandescente. A ideia de uma aeronave americana, feita com tecnologia alienígena, data da década de 1980 e, em 1993, foi tema do segundo episódio do seriado "Arquivo X". No filme, o agente Fox Mulder penetra em uma base secreta no estado de Illinois e assiste a um voo de teste do TR3-B. Que parece um triângulo negro com luzes nas extremidades.


Tudo começou em 1985

Rumores sobre aeronaves secretas, com tecnologias experimentais começaram em 1985, quando rastros estranhos foram fotografados sobre o céu do Arizona e de Nevada. Fala-se de um projeto "Aurora", destinado a criar um avião espião para substituir o SR-71 BlackBird, usado pela Agência Central de Inteligência (CIA), durante a guerra do Vietnã. Ainda hoje o SR-71 é o avião mais veloz do mundo, tendo atingido a velocidade de Mach 3 ou 3,6 mil quilômetros horários.


As aeronaves do projeto "Aurora" seriam ainda mais rápidas e algumas usariam um motor onde o combustível é detonado por raios laser. Curiosamente, a primeira menção a um avião chamado TR3 foi feita na revista especializada "Aviation Week and Space Technology". O desenho publicado na ocasião mostrava um avião em forma de asa delta, com turbinas convencionais, destinado a missões de espionagem e coleta de informações. Seria o TR-3A Black Manta.


Tudo isso mostra que nem todo Ovni deve ser considerado prova da existência de visitantes de outros planetas. O F-117 fez seus primeiros voos em 1982 e o governo americano só admitiu sua existência em 1989, depois de testá-lo com sucesso na invasão de Granada.


E ninguém sabe o que anda sendo testado na área secreta de Groom Lake, no deserto de Nevada.



Publicado em 11/03/2010, às 10h47
http://www.diariodovale.com.br/noticias/3%2C18226.html

terça-feira, 23 de março de 2010

OVNI: A incrível declaração do ex- Vice Primeiro-Ministro do Canadá, Paul Hellyer



23/03/2010 - 13h18 ( Tradução: ProvaFinal2012)



Discurso do Ex-Vice-Primeiro-Ministro do Canadá

"Eu gostaria de estar de bom humor, mas não estou.

Nós dirigimo-nos para a destruição do nosso planeta, e eu acho que não fazemos caso algum disso.

Décadas atrás, visitantes de outros planetas vieram nos avisar sobre a direção que tínhamos tomado e ofereceram-nos ajuda.

Mas ao invés disso, nós, ou pelo menos alguns de nós, interpretaram suas visitas como uma ameaça e decidiram "disparar" primeiro e perguntar depois.

O resultado inevitável é que alguns dos nossos aviões foram perdidos. Mas quantas dessas perdas se devem as medidas de retaliação, e quantas são, de fato, o resultado da nossa própria estupidez, é um ponto discutível.

Wilbert Smith, um dos primeiros canadenses a ter tido um interesse ativo no estudo de OVNI´s, pediu aos visitantes as razões da destruição acidental de um avião que voava nas proximidades de uma de suas naves.

A resposta foi que, se alguns de nossos aviões conheceram um triste fim, foi resultado da incrível estupidez por parte dos nossos pilotos, eles tomavam medidas corretivas para evitar os nossos aparelhos.

Perguntei-lhes o que tinha acontecido e eles disseram: "Bem, os campos a volta das naves, que asseguram assim a propulsão produzindo gravidade diferencial, produz, por vezes, devido ao diferencial do campo temporal necessário ao movimento, combinações de campos que reduzem a resistência dos materiais para o ponto onde eles já não são suficientes para suportar as pressões para que foram calculados."

Como sabemos agora, alguns aviões, especialmente de tipo militar, foram construídos com um fator de resistência relativamente baixo, e nas juntas da estrutura, os materiais já não eram suficientemente resistentes para suportar as tensões mecânicas induzidas , e os aviões, simplesmente, desfaziam-se.

Isso não satisfez os nossos chefes militares que devem ter pensado que era mais importante garantir a superioridade nuclear americana - mesmo que usá-la possa resultar na nossa própria destruição - do que aceitar a sugestão dos visitantes e começar a eliminar o risco para o planeta de um holocausto global.

Os militares foram, e ainda são, tão paranoico que acham que é melhor usar a tecnologia dos visitantes para forçá-los a retirarem-se ao invés de aceitá-los como parceiros de desenvolvimento - embora tenham sido ajudados por alguns renegados que os assistiram no que podemos perceber como progressos diabólicos.

Stephen Bassett, diz que falar de OVNI faz parte do passado, agora devemos falar de Exopolítica. Em teoria concordo, mas na realidade, temos um problema porque a política oficial dos Estados Unidos afirma que os OVNI´s não existem.

O véu do sigilo deve ser levantado agora, antes que seja tarde demais.

É irônico que os Estados Unidos tenham começado uma guerra devastadora - supostamente à procura de armas de destruição maciça - enquanto os desenvolvimentos mais perturbador nessa área ocorrem nos bastidores.

É irônico que os Estados Unidos possam empreender guerras monstruosamente caras no Iraque e no Afeganistão - supostamente para levar a democracia a esses dois países - enquanto que a própria não pode legitimamente reivindicar ser chamada de uma democracia quando triliões de dólares são gastos em projetos em que o Congresso e o comandante-em-chefe, são deliberadamente mantidos afastados.

O que foi realizado em sessenta anos de atividade febril por algumas das mentes mais instruídas dos Estados Unidos?

Será que a América desenvolveu discos voadores que são indistinguíveis das dos visitantes, como alguns afirmam?

E se assim for, o que se propõem a fazer com eles?

De uma maneira mais crítica ainda, que progressos foram feitos no desenvolvimento de fontes de energia não poluentes, que podem substituir os combustíveis fósseis e evitar, assim, que o planeta se torne impróprio para a vida?

Quem tem as respostas? Alguns, mas aparentemente eles não dizem nada, nem aos secretários de Defesa, nem aos Presidentes, porque esses não precisam de saber.

Numa história relatada pelo Dr. Stephen Greer, o presidente Clinton quando foi questionado por Sarah McClendon, uma repórter da Casa Branca, sobre o porquê dele não fazer nada sobre a divulgação do fenômeno OVNI, respondeu "Sarah, há um governo dentro do Governo e eu não o controlo."

Desculpem-me, mas será que o comandante-em-chefe, ou seja, a pessoa que tem o controle do fogo nuclear, não tem o direito de saber o que os seus subordinados andam a fazer? ...

Os cidadãos dos Estados Unidos, que pagaram as faturas, têm o direito de saber.

Os Cidadãos do mundo tem o direito de saber porque, para os nossos descendentes, também, o perigo mortal está aqui.

É hora de o povo dos Estados Unidos lançarem uma nova guerra contra o flagelo da mentira, do engano, das trevas, e todos estão envolvidos, a fim de ganhar a vitória da verdade, da transparência e da luz."

Honorável Paul Hellyer

(Discurso proferido a 19 de Abril de 2008)


Fonte: http://www.agoravale.com.br/agoravale/noticias.asp?id=22276&cod=1

segunda-feira, 22 de março de 2010

Bill Gates admite que vacinas são usadas para depopulação humana

.

A farsa do aquecimento global insiste em continuar, mesmo quando o Climategate desmascarou a farsa e a comunidade científica acorda para a verdade.

Deopois de Al Gore, chega a vez do novo paladino negro Bill Gates fazer seu pronunciamento.

Durante uma apresentação em fevereiro de 2010 no TED, Bill Gates faz a surpreendente declaração que as vacinas devem ser usadas para reduzir a população da Terra, controlar o aquecimento global e reduzir as emissões de CO2 (que já sabemos que é inofensivo ao planeta).

No coração do discurso de Gates está o dogma do Aquecimento Global, o qual diz que a emissão de CO2 emitido por seres humanos é a causa primária pelo aquecimento indesejado da Terra. Uma vez que essa (falsa) afirmação diz que o aquecimento artificial do planeta é induzido pelo homem, e que o processo será irreversível caso não mudemos nossas atitudes, os proponentes do dogma do Aquecimento Global defendem o ponto que as emissões de CO2 pelos seres humanos devem ser radicalmente reduzidas.

Então entra em cena Bill Gates, que casualmente aborda o assunto. Durante sua palestra, Gates afirma que uma maneira de alcançar o objetivo da redução de CO2 é reduzir a população humana global .

Ele postula uma equação, dando uma estimativa do CO2 emitido pelo homem anualmente, como vemos abaixo:

CO2 = P x S x E x C

Onde:

P = população humana
S = média dos serviços por pessoa
E = quantidade média de unidades de energia usadas por serviço

C = média de CO2 emitido por unidades de serviço por ano
Assim, CO2 = quantidade projetada de CO2 emitido pela população inteira por ano

Hoje a Terra possui 6.8 bilhões de pessoas. Assegurando que a população se dirige perigosamente a casa dos 9 milhões de pessoas, Bill Gates disse: "…se fizermos um trabalho realmente bom com as novas vacinas, a Saúde e os Serviços de Saúde Reprodutiva (ou seja, a indústria do aborto), poderíamos reduzir a população em talvez uns 10% ou 15%" (o que equivale de 680 milhões a um bilhão e 20 milhões de pessoas).

Só faltou dizer que o resto da população eliminada será através de guerras, das chemtrails e do HAARP, com suas catástrofes criadas… Mas essa não é a praia de Gates, pois, como o vídeo abaixo mostra, "ele ama vacinas".



(vídeo em inglês)



(vídeo em português, com comentários extras)
"Sugerido por este blog"


Notem que Gates não fala das vacinas no sentido que todos nós conhecemos, ou seja, aumentar a capacidade de nosso sistema imunológico através da inserção de virus e bactérias mortos ou atenuados em nossos corpos – melhorando, assim, nossa qualidade de vida. Pelo contrário, Bill Gates considera que vacinas são desejáveis para reduzir o número da população. E como? Basicamente, com todas as propriedades que impeçam pessoas de terem filhos, através da infertilidade, esterilidade e senilidade (vide casos onde a vacina H1N1 foi usada e o número de autistas explodiu).

Sarcasticamente, encontramos no site da Fundação, a citação de Melinda Gates sobre vacinas: "Vacinas são um milagre – com apenas algumas doses elas podem prevenir doenças mortas por uma vida inteira".

Agora vejam a matéria publicada no Estadão: Bill Gates doa US$ 10 bilhões para a produção de vacinas.

E essa no Mídia News: ONG de Bill Gates contrata FDA para nova vacina

Morte na África, em outros países pobres, e na China. Conveniente, não?

Espero que agora todos entendam o porquê da Fundação Bill e Melinda Gates ser uma das maiores patrocinadoras do Banco Mundial de Sementes, o Silo Global de Sementes de Svalbard, formado juntamente pela Monsanto, Rockefeller e Syngenta – todos percententes aos Illuminati.

O site da Fundação ainda exibe uma de suas missões: "A Fundação Bill & Melinda Gates é dedicada a trazer inovações na saúde e no aprendizado da comunidade global".

Quero morrer "burro" e "doente" ao depender de pessoas e instituições assim…


Fonte: Ecocidio - 05/março/2010

domingo, 21 de março de 2010

DMT e a Glândula Pineal

Dr. Rick Strassman, autor de "DMT The Spirit Molecule".

A dimetiltriptamina, cuja abreviatura é DMT, é uma substância enteogena, derivada de produtos naturais.
Quando naturalmente excretada pela glândula pineal desempenha um papel no processo de sonhar e provavelmente nas experiências próximas à morte e em outros estados místicos. É responsável pelas alucinações, pelas idéias sub-conscientes percebidas durante o último estágio do sono (REM).
A dimetiltriptamina tem a função de restaurar os neurônios do córtex cerebral, como se desse uma folga para essas células

DMT e a Glândula Pineal


.

Mundo espiritual e o efeitos de plantas e raizes para se conectar a ele

.

Mundo espiritual e o efeitos de plantas e raizes para se conectar a ele
Legenda em PT-BR


Graham Hancock - DMT, Aliens e a Evolução Humana

Graham Hancock - DMT, Aliens e a Evolução Humana

O jornalista e arqueólogo investigativo Grahan Hancock fala sobre a experiência do DMT, os estados alterados de consciência em geral e sua relação com o fenômeno da abdução alienígena e a evolução humana.



*DMT = Ayahuasca / Santo Daime

.

Um depoimento sobre o Santo Daime (ayahuasca)

Recebi por e-mail da amiga Bete, de Itatiba-SP.
Como pude participar do "ritual" do Santo Daime (ayahuasca) por "8 vezes", tenho uma visão muito parecida com a desse texto... (veja aqui).


VIVA A MÃE NATUREZA



Um depoimento sobre o Santo Daime (ayahuasca)
A melhor explicação que se poderia dar diante de tanto sensacionalismo...

Por 20 anos eu formei minha família, trabalhando como agente de viagens. Nos últimos anos conduzi Workshops no Brasil usando uma planta ancestral, “medicina” ou chá, a qual tem sido usada por tribos indígenas da Amazônia há milhares de anos. Essa bebida é chamada Ayahuasca e contém uma poderosa substância psicoativa e visionária chamada DMT (Dimetiltriptamina) . A DMT é encontrada em todas as coisas vivas, incluindo nós, humanos.
Quando descobri a Ayahuasca, logo entendi que continuaria sendo um agente de viagens, mas agora mostrando às pessoas como fazer jornadas interdimensionais. Em nós, humanos, a DMT é produzida na glândula Pineal e pesquisas recentes indicam que a Pineal irá produzir DMT em grandes quantidades em pelo menos dois momentos das nossas vidas: no nascimento e na morte. Talvez ela prepare a chegada e a partida da alma. Pessoas que experimentam “situações de quase morte” – vendo luzes fortes, portais, ícones religiosos – relatam efeitos semelhantes aos das experiências com DMT. O processo visionário da Ayahuasca também traz o efeito de permitir que uma pessoal se resolva e se cure espiritual, psicológica, emocional e fisicamente. O chá é referido como “enteogênico”, o que significa “contém Deus dentro".
Muito provavelmente parece (minha crença pessoal) que o cérebro humano é de alguma maneira atrofiado, e que o processo xamânico de re-introduzir DMT usando Ayahuasca tem o efeito de “ligar” a Pineal de uma maneira extraordinária. Outros estudos foram conduzidos e sugerem que os cérebros pós-Ayahuasca encontram-se literalmente “re-configurados” (novas sinapses).
As moléculas de DMT são similares às moléculas da Serotonina e se encaixam nos mesmos receptores do cérebro. Isto é extraordinário porque, assim como a Serotonina, a DMT é uma chave específica que naturalmente se encaixa nesta “trava” do cérebro. Nota-se, nos diagramas abaixo, que as estruturas da DMT e da Serotonina são muito similares. Ambas se encaixam nos mesmos neuro-receptores do cérebro. As estruturas moleculares do DMT e da serotonina. A Ayahuasca é uma poção muito interessante e complexa feita a partir de duas espécies de plantas amazônicas: um arbusto chamado Psychotria Viridis (Chacrona) e um cipó chamado Banisteriopsis Caapi (Mariri/jagube) .
A Chacrona é uma planta fonte de uma quantidade relativamente grande de DMT, que é a principal fonte da experiência visionária. Todavia a DMT é inativa quando administrada oralmente porque é destruída no estômago pela enzima digestiva Monoamina Oxidase (MAO).
O Jagube contém apenas alcalóides mediamente psico-ativos, especificamente Beta-carbolinas (Harmina, Harmalina e Tetrahidrahamina) , os quais agem como inibidores de re-absorção da Serotonina pelo organismo, assim como têm propriedades pró-Dopamina. A Serotonina e a Dopamina são substâncias produzidas pelo organismo humano, similares a hormônios, e são poderosos neurotransmissores que criam estado de alerta, assim como colocam a pessoa num estado psicologicamente receptivo. Adicionalmente, esses alcalóides também agem como poderosos inibidores da enzima MAO. O interessante sobre a Ayahuasca é que, enquanto a DMT é inativa quando tomada oralmente e sozinha, os inibidores de MAO do chá permitem que a DMT permaneça intacta e ultrapasse as barreiras do sangue e do cérebro.
Assim, você tem a DMT se encaixando aos receptores do cérebro, o que produz visões, enquanto as propriedades pró-Serotonina e pró-Dopamina do chá criam um estado de alerta e receptividade.
Além disso, as propriedades de cura física da Ayahuasca são extraordinárias, para dizer pouco. A Ayahuasca tem sido investigada como um possível tratamento eficaz para o Mal de Parkinson e para depressão , por exemplo.
Já em 1928, uma substância natural chamada Banisterene foi usada com sucesso no tratamento do Mal de Parkinson. Banisterene é também um antigo e bem conhecido produto de plantas chamado Harmina. Harmina é o componente Beta-carbolina mais presente na Ayahuasca.
Infelizmente o uso de Banisterene deixou de ser usado no tratamento do Mal de Parkinson, à medida que a indústria farmacêutica evoluía no estudo de drogas sintéticas que são patenteáveis, diminuindo o interesse por produtos naturais – que não o são. Mais interessante ainda é o fato de que muitas das drogas experimentais usadas atualmente para tratar o Mal de Parkinson, que podem ser encontradas na lista da Associação da Indústria Farmacêutica Britânica, contêm poderosos inibidores de MAO, assim com possuem propriedades pró-Dopamina.
Jeremy Narby, no seu livro “A Serpente Cósmica”, comenta: “Aqui estão pessoas sem microscópios eletrônicos que escolheram, entre 80.000 espécies de plantas amazônicas, as folhas de um arbusto contendo um hormônio cerebral, as quais eles combinam com um cipó que contém substâncias que inativam uma enzima do trato digestivo, o que de outra forma bloquearia o efeito.

E eles fazem isso para modificar seus estados de consciência. Isso ocorre como se eles soubessem sobre as propriedades moleculares das plantas e a arte de combiná-las. E quando qualquer um os questiona sobre como eles tomaram conhecimento dessas coisas, eles dizem que "esse conhecimento adveio diretamente das plantas”.

Ayahuasca é a Universidade de Gaia. A Natureza alcançando os humanos.
A metáfora da “escola” na verdade não é uma metáfora de forma alguma. Tudo na Ayahuasca é sobre aprendizado. Durante uma cerimônia com a Ayahuasca, você começa num lugar e termina em outro. A próxima cerimônia traz você de volta ao lugar que você deixou. As aulas começam tal hora... o sino toca... e a “mãe-Aya” dá a lição do dia!
Falando de forma geral, as lições são universalmente profundas. As propriedades de cura e expansão de consciência da planta-mestre levam-nos a uma magnífica experiência de quem nós somos. A Ayahuasca facilita a resolução do ser humano. Resolver a condição humana requer uma consciência grandemente expandida sobre questões fundamentais: De onde viemos? Onde estamos? Para onde vamos? e Quem somos?
Uma das lições da experiência com a Ayahuasca é uma percepção bastante expandida do quê nós crescemos chamando realidade. O véu é levantado. Nós percebemos em 3-dimensões, com certeza. Mas nossa percepção se expande para além, para abranger uma realidade muito maior que “contém” a realidade 3-D. Essa realidade expandida, ou talvez realidade multi-D, não é restrita pela linha do tempo ou mesmo por causa-e-efeito. A percepção de multi-D não é algo que você fica verdadeiramente ciente apenas. Você fica também, de alguma forma, re-codificado com a memória dela. Muito tempo após a experiência com a Ayahuasca ter terminado, você se lembra do caminho de volta à extraordinária quietude desse lugar que você já habita. Você o habita como o seu Eu Superior.
Eu mencionei a questão: “Quem Sou Eu?” Os seres humanos gastam seu seus melhores esforços para viver suas vidas, para superar inseguranças, para mascarar sua dor e para ganhar status e aceitação. Infelizmente o verdadeiro Eu de um indivíduo permanece quase que universalmente oculto. Nós definimos quem somos pelo status que temos, pelo quê fazemos e por quem estamos casados. A integração do eu (humano) com o Eu Superior (divino) é uma conseqüência natural de uma percepção expandida. A partir desta integração emerge o verdadeiro Eu. O “cérebro visionado”, agora totalmente funcional, elimina as questões baseadas no medo, que o ego constrói – as questões que são a praga da condição humana. A máscara do nosso falso-eu, o” ego “ se torna irrelevante. Não é mais necessário impressionar os outros ou se envergonhar de quem somos. Nós nos tornamos resolvidos na nossa humanidade e na nossa divindade. E isto não é uma coisa para se pensar. É uma coisa para se saber. E esse saber é uma experiência atemporal para os nossos corações. O centro do coração se expande. Nós nos movemos em direção a uma nova experiência humana que é quase como os súbitos sentimentos do coração. Compaixão, intuição, percepção extra-sensorial, entrega, verdade, são todos resultados de trazer o coração intuitivo como equilíbrio para o cérebro analítico. Pesquisa recente sobre o próprio coração revela que ele contém um expressivo sistema neurológico que de fato age como um segundo cérebro. Esse “cérebro-coração” funciona coerentemente com o cérebro, à medida que o envia quantidades massivas de informação. O coração comunica com o cérebro através do sistema límbico contido no último. E a glândula Pineal (responsável pela produção da DMT) é adjacente ao sistema límbico.
Muitas pessoas acreditam (esperam) que a humanidade está às portas de um extraordinário salto. Esse salto, essa mudança, é realmente sobre o retorno da Energia de Deus à Terra. A cura está vindo para a humanidade a partir da natureza, a partir da Mãe-Terra, de Gaia. O Espírito da Terra, ou Gaia, está literalmente trabalhando com os seres humanos para a conclusão desta era e o advento de uma nova. A Natureza está trabalhando para curar a si mesma.
Terrance McKenna disse: “Uma coisa é quando você se torna interessado nas plantas (Ayahuasca) e outra coisa é quando as plantas se tornam interessadas em você.” De alguma forma, o mistério dessa mudança de era está contido no fato de que as plantas são sensitivas. Elas possuem uma consciência coletiva. Algumas plantas nos nutrem. Algumas são usadas para curar nossos corpos físicos. E outras plantas são remédios (medicina) para a alma. Elas nos ensinam o caminho de volta para o divino em nós. Elas infundem nossa consciência com a consciência da natureza.
O problema real com a humanidade é que nos esquecemos. Através das eras, nós concordamos em viver em uma prisão. Nós nos esquecemos quem somos, e nós nos esquecemos da eterna paisagem que habitamos.

A Ayahuasca está aqui para mudar tudo isso.

PAZ E LUZ

MITAKUYE OYASIN



A única coisa que me deixa muito triste em meio a tanto sensacionalismo, é que muitos institutos irresponsáveis usam o Santo Daime misturados com drogas fortíssimas e viciantes, chamam de Santa Clara e Santa Maria, mas por isso não deixam de ser maconha e cocaína... contribuem apenas com os ataques da mídia e a ignorância das pessoas... é uma pena...

Que Deus abençoe à todos e lhes mostre o caminho perfeito e divino de cada um... NAMASTÊ




*Não sei a fonte do texto original.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vídeos

Loading...