Google+ Followers

Pesquisar neste blog

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Extraterrestres: Suméria x Nibiru x Anunnaki


Esotérica:A polêmica sobre a aproximação de um planeta intruso em 2012


 Em meio aos sumérios e um enigmático 'deus' dos Anunnakis , a representação do nosso Sistema Solar

Quem nunca ouviu dizer, desde pequeno 'que o mundo acabou em água e agora vai acabar em fogo'? Nossos bisavôs ouviram isso e repassaram aos nossos avôs e pais, enquanto os tempos foram chegando. Desde remotas eras, a humanidade vem sendo bombardeada por uma série informações, de conjecturas, conceitos e tradição oral, na maioria das vezes, assustadora.

Até que ponto as pessoas acreditam ou querem acreditar que a raça humana está próxima de uma catástrofe universal? A internet anda cheia de informações e desinformações e, se não há bom senso de quem escreve, que haja do lado de quem lê!  Nesse artigo em forma de pesquisa, não procuramos afirmar nada, apenas refletir junto com os internautas

(O autor)

O mistério sobre o Planeta X

É sabido que os cientistas apostam na existência de um 12º planeta em nosso sistema, que para os acadêmicos, foi denominado Planeta X. As religiões pregam um a Idade do ouro após gravíssimo cataclisma.
Não podemos avaliar o tamanho da histeria pública, se um dia, houvesse a certeza de que os governantes mundiais escondem da humanidade a proximidade de uma destruição total do planeta Terra.

E existem eminentes astrônomos que defendem essa possibilidade, referindo-se ao que pode ser a aproximação de um astro intruso, algo gigantesco que ronda o sistema solar. Um objeto de grandes proporções que nos espreita na obscuridade e estaria vindo em nossa direção,
Sua estrutura colossal, como supõem, pode ser a responsável por mudar a trajetória de cometas e asteróides, jogando-os em direção ao interior do sistema.  Para alguns especialistas, a tal massa seria a responsável por distúrbios nas órbitas dos planetas Uranos e Netunos.

Um temor mundial ?

Insiders da NASA deixaram vazar que o mundo científico estudam uma presença detectada há vários anos nos arredores do sistema solar, o que eles chamam de “A Massa”. Seria verdade?
Em janeiro do ano passado, a NASA colocou em órbita o telescópio WISE, cuja função é varrer o céu e colher imagens em infravermelho. Sua missão é descobrir estrelas anãs marrons.

"Um corpo celeste possivelmente tão grande quanto o planeta gigante Júpiter e, possivelmente, tão perto da Terra que seria parte deste sistema solar foi encontrado na direção da constelação de Orion por um telescópio em órbita a bordo do E.U. Infrared Astronomical Satellite ".
Esse foi o lide da matéria postada pelo influente jornal  Washington Post no dia  31 de dezembro de 1983.

É público que NASA e Vaticano tem parcerias na troca de informações, e que o Vaticano financia cientistas na busca de um grande cometa, um corpo celeste que é citado no Apocalipse, nos registros de antigas civilizações, e na milenar Bíblia Kolbrin.
Em 1997, de forma misteriosa, um grupo de astrônomos franceses, que pesquisavam informações sobre o Planeta X, pereceram em acidente nos Alpes. 

Os sumérios e os Anunnakis

Também entra aí que o  escritor arqueólogo e linguista Zecharia Sitchin, que após várias décadas de estudos, lançou o livro 'O 12º Planeta'. O arqueólogo é um dos poucos especialistas na escrita dos Sumérios, povo que habitou a Mesopotâmia (atual Iraque) há cerca de 6.000 anos.

Em sua obra, Sitchin sugere que os sumérios representavam um povo teve contato direto com seres alienígenas, vindos de um planeta que, em períodos de 3.600 anos, aproxima-se da Terra. Seu nome, na escrita suméria é Nibiru, que significa 'aquele que faz a travessia'.

O Sol e os planetas que conhecemos ao eu redor
 
 Mas, que planeta é aquele no canto superior esquerdo?

A história de Nibiru, bem como dos Anunnakis, a civilização alienígena que o habita, está descrita no poema Enuma Elish em tábuas de argila que foram minuciosamente decifrada por Sitchin.
Os registros falam dos Anunnakis como sendo uma raça que chegou ao planeta Terra há 450 mil anos e instalou sua base no oriente Médio.

Com a urgência de exploração de ouro, os alienígenas optaram pela criação de um ser híbrido (mistura raças humanóides da Terra com aliens), fazendo surgir o homo-sapiens. E admirando sua  criação, e vendo que as filhas dos homo sapiens era belas, muitos desses 'seres que vieram do céu' as tomaram para acasalamento.

A imagem e semelhança de quem?

"Quando os homens começaram a se multiplicar na terra e lhes nasceram filhas, os seres divinos viram quão belas eram as filhas dos homens e tomaram esposas dentre aquelas que os agradavam. Foi então, e também depois, que os Nephilins apareceram sobre a terra - quando os seres divinos coabitaram com as filhas dos homens, as quais lhes deram filhos. Eles foram os heróis de antigamente, os homens de renome." (Gêneses 6.2-4)

O mundo que trouxe os Anunnakis pertence á mitologia suméria e é citado no poema Enuma Elish que, entre outras revelações, fala da presença de um grande planeta, isso há cerca de 5 bilhões de anos, um mundo quase do tamanho de Júpiter que, atraído pela gravidade do nosso Sol, invadiu a órbita de outros planetas do sistema. Nibiru chocou-se com outro grande planeta: Tiamat (antiga Terra), que ficava na órbita entre marte e Júpiter.
Com o choque, Tiamat se dividiu em dois: uma parte diluiu-se nos escombros do atual cinturão de asteróides que orbitam a região; a outra, ficou sendo a Terra, mas deslocada para mais próxima do Sol, entre Vênus e Marte.

O arqueólogo alega que os Anunnakis estão de volta. Explica que Nibiru faz parte do mesmo sistema onde está a Terra, e que seu aparecimento de tempos em tempos se deve a uma órbita irregular, perpendicular com elíptica alongada, o que faz com que o misterioso astro fique afastado dos demais planetas, desaparecendo pra alem do Cinturão de Oors e só retornando após 3.600 anos.

O segundo sol

Mas, e se a invés de ser um planeta, Nibiru venha a ser parte de um complexo de astros que giram em torno do nosso sol? Assim sendo, o astro-rei que conhecemos teria um irmão gêmeo, uma estrela que realiza sua órbita excêntrica em torno do nosso Sol e reaparece de tempos em tempos. Essa estrela, ou seja lá o que for,  que não conhecemos está presente misteriosamente nos registros de antigas civilizações como sumérias, egípcias, gregas, romanas e nos conhecimentos de povos judaicos.

Sistemas binários são comuns em toda galáxia. Estima-se que um terço das estrelas na Via Láctea formam sistemas binários ou são parte de um sistema de estrelas múltiplas. Há alguns anos, a ciência mundial propôs a possibilidade de ser o nosso sistema solar um sistema binário, isto é, com dois sóis, um orbitando o outro.

Para os sumérios, esse astro tinha a coloração vermelha, e sua visão era aterradora. Surgia no céu como se estivesse 'embrulhado' em espessas nuvens. Sua aproximação seria a responsável por distúrbios de ordem sideral, com o fim de muitas civilizações planetárias, incluindo a vida em Marte e Terra.
Essa seria a explicação para periódicas extinções em massa da vida do planeta Terra?
Presente nos temores humanos, o chamado Fim dos Tempos é contado de geração em geração.

NR - Pra não entrar no mérito do que é ou o que poderia ser, vamos ficar apenas nas descrições históricas. O mundo da astronomia, seja ele atrelado aos governos, ou livres amadores, poderão nos dar respostas no futuro próximo.
Quanto mais rápido, melhor, preferencialmente, antes de dezembro de 2112, que é a data anunciada para um fim do último capítulo da história da raça humana!
Por Ocimar Barbosa Agora Vale

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vídeos

Loading...