Google+ Followers

Pesquisar neste blog

terça-feira, 20 de abril de 2010

UFO - Contato na África envolvendo 62 crianças


Na África a atividade ufológica é intensa mas por conta de ser um continente bastante ignorado pelos demais esses casos são facilmente acobertados e se houve falar muito pouco sobre UFO neste continente.
Mas eles estão lá.





“The Zimbabwe School Close Encounter”
(google translator)
“ Na manhã de 16 de setembro de 1994, professores e funcionários da escola na escola de Ariel em Ruwa, Zimbabwe ficaram espantados quando os alunos da escola, com idade aproximada de 5 a 12 anos de idade, relatou que um objeto voador havia pousado no terreno da escola. “
.
“ Segundo algumas fontes, OVNIs foram vistos nos céus do Zimbabwe para dois dias antes do incidente. Ruwa é de cerca de 20 quilómetros de Harare, a capital do Zimbabwe. Ariel School é uma escola privada fundamental com alunos de herança étnica mista.
.
“ ...Os objetos se aproximou mais e mais perto do chão e, finalmente, caiu em uma área de arbustos ao lado da escola. ..
...O objeto pousou, ou ficou pouco acima do solo, em uma área de cerca de 100 metros dos alunos.


*** Para quem sabe inglês aqui a matéria completa do documentário experiencers ***




Texto abaixo traduzido pelo Google Tradutor

Zimbabwe - UFO - 62 School Children

No total, havia 62 crianças fora da escola na época, ea maioria dos professores estavam dentro da escola em uma reunião. Foi relatado que só um adulto estava supervisionando o recesso da manhã, a mãe de uma das crianças. Ela operou um snack-bar para os estudantes, a venda de refrigerantes, doces e outros favoritos.

Houve relatos de OVNIs nos céus do Zimbabwe apenas dois dias antes, mas é improvável que qualquer dos alunos estavam cientes destes relatórios. Ariel era uma escola particular, hospedando os alunos de todas as origens. Muitas das crianças afirmaram ter visto três objetos voadores no céu sobre a escola antes do desembarque. Os alunos viram o OVNI desaparece em seguida reaparecer em um lugar diferente no céu. Finalmente, pelo menos um dos UFOs ou desembarcada, ou ficou pouco acima do solo.

O UFO foi apenas cerca de 100 metros dos alunos no jogo. O objeto estava em uma área densamente arborizada, que estava fora dos limites para os alunos para questões de segurança. Logo, o que os estudantes descrito como um homem "pequeno" pode ser visto na parte superior do OVNI. O ocupante da nave foi descrita como sendo cerca de um metro (3 pés) de altura, com um pescoço esguio, longos cabelos negros e olhos muito grandes. Ele desceu da embarcação, e prosseguiu na direção das crianças.

Quando ele percebeu que as crianças, ele desapareceu, e foi visto na próxima parte de trás do UFO. Dentro de momentos, a nave decolou, desaparecendo no céu sobre a escola. Muitas das crianças estavam compreensivelmente assustado, o homenzinho tinha evocado muitas histórias que tinha ouvido falar de demônios e fantasmas. Algumas das crianças correu para a mãe que estava freqüentando a lanchonete, mas ela não acreditava que a sua história, e continuou com seus deveres.

Dois dos mais respeitados pesquisadores da Ufologia pesquisou o Ariel avistamento School. Cynthia Hind, já falecido, era conhecido como pesquisador topo da África do entalhe, e ela estava na escola no dia seguinte. Ela pediu diretor da escola, Colin Mackie, para pedir que as crianças façam desenhos sobre o que tinham visto no dia anterior. Hind Quando chegou à escola, havia cerca de 35 desenhos diversos e desenhos esperando por ela. Eles eram muito similares em suas representações do ofício e do ser.

Mackie disse que se sentia Hind as crianças estavam falando a verdade sobre o que tinham visto. Um dos estudantes, uma menina, disse Hind, "Juro por cada fio de cabelo na cabeça e toda a Bíblia que eu estou dizendo a verdade."

Além disso, o Dr. John Mack, junto com o pesquisador Dominique Callimanopulos visitou Ruwa. Os dois homens passaram dois dias fazendo entrevistas com 12 crianças e seus pais. Alguns dos alunos mais velhos relatam que achavam que tinham comunicação com os ocupantes da embarcação. Eles foram informados de que estávamos estavam destruindo a Terra, por poluição, e menos que nós mudamos nossos caminhos, que teriam de enfrentar não um planeta.

O Ruwa, Zimbabwe avistamento escola logo se tornou notícia em todo o mundo, e foi tema de um episódio de "TV Sightings". Várias entrevistas com testemunhas foram divulgados na internet, e é considerado um dos melhores do encontro "fechar" os casos na história dos OVNIs.



Texto original em inglês

In total, there were 62 children outside of the school at the time, and most of the teachers were inside the school at a meeting. It was reported that only one adult was supervising the recess that morning, a mother of one of the children. She operated a snack bar for the students, selling soft drinks, candies, and other favorites.

There had been reports of UFOs in the skies over Zimbabwe only two days before, but it is unlikely that any of the students were aware of these reports. Ariel was a private elementary school, hosting students of all backgrounds. Several of the children stated that they had seen three unknown flying objects in the skies over the school prior to the landing. Students saw the UFOs disappear then reappear in a different place in the sky. Finally, at least one of the UFOs either landed, or hovered just above the ground.

The UFO was only about 100 meters from the students at play. The object was in a heavily wooded area, which was off limits to the students for safety concerns. Soon, what the students described as a "small man" could be seen on the top of the UFO. The occupant of the craft was described as being about one meter (3 ft.) tall, with a slender neck, long black hair, and very large eyes. He walked down the craft, and proceeded in the direction of the children.

When he noticed the children, he disappeared, and was next seen in the back of the UFO. Within moments, the craft took off, vanishing into the sky over the school. Many of the children were understandably frightened, the little man had evoked many stories they had heard about demons and ghosts. Some of the children ran to the mother who was attending the snack bar, but she did not believe their story, and continued with her duties.

Two of Ufology's most respected investigators researched the Ariel School sighting. Cynthia Hind, now deceased, was known as Africa's top notch researcher, and she was at the school the next day. She requested the school's headmaster, Colin Mackie, to ask the children to make drawings of what they had seen the day before. When Hind arrived at the school, there were some 35 various drawings and sketches waiting for her. They were very similar in their depictions of the craft and being.

Mackie told Hind that she felt the children were telling the truth about what they had seen. One of the students, a young girl, told Hind, "I swear by every hair on my head and the whole Bible that I am telling the truth."

Also, Dr. John Mack, along with researcher Dominique Callimanopulos visited Ruwa. The two men spent two days doing interviews with 12 of the children and their parents. A few of the older students related that they felt they had communicated with the craft's occupants. They were informed that we were were destroying Earth by polluting it, and unless we changed our ways, we would face a failing planet.

The Ruwa, Zimbabwe school sighting soon became news around the world, and was the subject of an episode of TV's "Sightings." Numerous interviews with witnesses have been released on the Internet, and it is considered one of the best "close encounter" cases in UFO history.


Date: September 16, 1994
Location: Ruwa, Zimbabwe (African)

+ em (inglês) http://www.ufoevidence.org/Cases/case127.htm


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vídeos

Loading...