Google+ Followers

Pesquisar neste blog

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Descoberta reforça tese que escravos não construíram pirâmides

 
Descoberta reforça tese que escravos não construíram pirâmides

O anúncio da descoberta de novas tumbas em Gizé, no Egito, reforçam a visão de que as pirâmides foram construídas por trabalhadores livres e não por escravos, disse ontem o arqueólogo-chefe do Egito, Zahi Hawass. As tumbas seriam de operários que ajudaram a construir as pirâmides.

"Essas tumbas foram construídas ao lado da pirâmide do rei, o que indica que essas pessoas não eram escravos. Se fossem, não teriam o direito de construir tumbas ao lado da tumba do rei", disse Hawass.

As tumbas, no planalto de Gizé, a oeste do Cairo, têm 4.510 anos e se encontram na entrada de uma necrópole de um quilômetro e meio.

As evidências apontam que quase 10 mil trabalhadores atuaram na construção das pirâmides de Gizé, - e não 100 mil como afirma o historiador grego Heródoto. Fazendeiros do Alto do Nilo enviavam, todos os dias, 21 bois e 23 ovelhas para alimentar os trabalhadores. "Em troca, eram isentos de impostos, o que enfatiza o projeto nacional que cercava a construção das pirâmides", diz Hawass.
 

Tumbas próximas às pirâmides de Gizé, a oeste do Cairo

ap

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vídeos

Loading...