Google+ Followers

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 22 de abril de 2009

O Poder do Subconsciente e a Lei da Atração (Nova Era)


Recentemente, comecei a ler sobre o poder do subconsciente e li também sobre a lei da atração.
No momento que vivemos, notei que muitas pessoas estão sendo instruídas para utilizar essas ferramentas, quais encontram dentro de cada um.
Isso me leva a pensar, que, num futuro próximo, poderemos ter o mesmo "dom" de que, como já relatados, muitos seres extraterrestres utilizam da telepatia para uma comunicação.
As ferramentas que possuímos, nada mais é do que fazer da mesma forma, para uma comunicação. Só que, ao contrário do que "eles" utilizam, ainda a humanidade está presa na matéria, bens materiais, e para que muitos de nós possamos conhecer essa forte ferramente, é começando pelo que gostamos: "matéria".
Como foi ensinado e a forma que nos foi passado pelo filme e livro "O Segredo", o que mais chama e chamou atenção das pessoas foi a possibilidade de consumir o materialismo e então, ai está a isca para darmos início a utilizar esse dom adormecido dentro de cada um.
Primeiro: tem que ter boa vontade, acreditar em si próprio.
Segundo: o interessante é que, com essas coisas, as pessoas estão aprendendo que a chamada religião, diante disso e da nossa vida, não tem utilidade alguma, já que o subconsciente é uma obra do Criador, uma ferramenta que nos conecta com o verdadeiro divino e supremo.
Não precisamos ser manipulados mais pelas religiões, estamos agora rumo a nova era, a era de ouro, como dizem. Esta nova era (Aquarius) nos mostra que a comunicação, a bondade, a prosperidade, será algo que teremos de primordial, isso sem fazer muito esforço. Mas, devemos aplicar urgentemente isso tudo aqui, agora, para nos acostumarmos e fazer alguns acertos em nosso DNA, pois há milênios nós fomos condicionados a acreditar no "existente", em pessoas que gostam de ter o poder e que sabem que o "poder do subconsciente" é uma ferramenta que pode e tenho certeza que vai acabar com as religiões do planeta. Claro, não é do dia para noite, mas será numa escala acelerada e bem maior.

Terapias (Terapias Alternativas) serão os que vão nos guiar, caso precisamos de um auxílio. Não deixando de comentar que, as ervas medicinais estarão a todo vapor, pois ela é também uma ferramenta para a cura e conexão com outros planos.
A exemplo disso é a Ayahuasca que nos leva a ter a certeza de muitas coisas que nos foram escondidas, como a civilização Maia, que foi destruída pelos espanhóis, em nome da Igreja Católica. O Maias, utilizavam a Ayahuasca para ter suas conexões com outros mundos, através da consciência. Talves, não seja a toa que eles foram os maiores astrônomos do planeta, sendo até os dias atuais, incompreensíveis, diante tanta sabedoria sobre tudo que está ao nosso redor.

Eles, como muitas outras civilizações, sabiam dessas ferramentas, sabiam conectar o subconsciente (Deus) com o Criador.


Nota: Estava fazendo uma analogia, diante de diversos assuntos, e pensei que, se trocarmos o nome Deus por Subconsciente da Bíblia, o mundo mudaria completamente.

Subconsciente = Deus
Deus = Subconsciente

Acho que isso poderia salvar muitas pessoas, ou não?
Loucura? Talves uma loucura de bondade!

Outra analise que fiz, foi de que, muitas pessoas matam e mataram em nome de Deus.
Se levarmos em consideração a colocação anterior, isso faz mais sentido do que jogar "a culpa" em cima do outro Deus que nos foi ensinado.

Olha só: Alguém já ouviu dizer que fulano matou em nome do Diabo? Do Demônio?
Claro que não!

O Deus é nossa mente subconsiente que atua no consciente.
Não faz sentido dizer que a palavra Deus é "alguém".
Foram tanta manipulação através de milênios, que as pessoas ficam confusas diante tais fatos.
Já ouvi católicos, por exemplo, dizer que fulano morreu daquela forma porque Deus quis assim. Era a hora dele.
Incrível isso!... Se trocarmos o que eles entendem como Deus por Criador, isso é uma ofensa muito grande... e é isso que eles (e muitos) fazem, sem saber.
O cara pegou a moto e correu 150km e bateu num caminhão, foi Deus que quis assim?
Se levarmos em conta a minha colocação anterior, (Deus = Subconsicente) ai sim faz sentido. Mas as pessoas não conhecem isso ainda. Eles acham que Deus = Criador... e não é!
Guerras, mortes, destruição, tudo isso pode acabar mudando este simples fato.
Não é dificil de compreender!

Quando alguém comete um crime em nome de Deus, na verdade ele está fazendo por livre vontade. Não pela vontade divina.
A mente subconsciente te conecta com o Criador, o supremo, soberano.

Gente, a nova era chegou para cair a máscara de muitas coisas. Muitos dogmas não existirão mais, pois cegaram muito a humanidade.

Se você tem uma mente saudável, você tem um corpo saudável.
Isso, influencia em tudo em nossa vida e ao que está em nosso redor.

Alimentação natural é um grande passo para entrar no "novo mundo".
A lei da atração atua aqui também.

Pitágoras já dizia sobre isso.

Enquanto o homem continuar a ser o destruidor dos seres animados dos planos inferiores, não conhecerá a saúde nem a paz. Enquanto os homens massacrarem os animais, eles se matarão uns aos outros. Aquele que semeia a morte e o sofrimento não pode colher a alegria e o amor
( Pitágoras )


Vibre amor, paz, luz, e a prosperidade estará contigo.

Não acredite no que querem que você acredite. Para acreditar, questione tudo. Não vai logo aceitando como verdade absoluta. Já fomos enganados, não podemos continuar sendo.
Liberte-se de credos e costumes.


Nota 2: As pessoas estão tão condicionadas, que se um homem bem vestido, com um terno, por exemplo, chegar numa padaria, a atendente do balcão vai se subestimar, logo dizendo: "Pois Não Doutor".
Ou ser for um homem de branco inteiro, vai ser atendido da mesma forma, pela seu traje.
Não necessariamente são o que ela está pensando.
Ela está condicionada a acreditar, pela aparência das pessoas, quem elas são.

As pessoas tem "medo"... pois outras querem o poder para elas, que a chamem pelo seu título de universidade.

Não existem pessoas melhores que outras. Devemos acabar com essas coisas, esses costumes, simplesmente por um título que o DINHEIRO comprou.

As pessoas simples, humildes, as vezes são mais ricas que outras que tiveram oportunidade, pelo dinheiro, para ter um título.

Existem coisas que não podemos esconder, nem se mentirmos, pois saberemos a real verdade: a consciência!
Não adianta mentir, ela sabe a verdade. Por isso, devemos acreditar em nós mesmos.


Viva a Paz, o Amor, a Luz Divina!!!

Fábio El khoury

.

terça-feira, 21 de abril de 2009

A Beleza da Matemática

Absolutamente impressionante!

A Beleza da Matemática!!!

1 x 8 + 1 = 9
12 x 8 + 2 = 98
123 x 8 + 3 = 987
1234 x 8 + 4 = 9876
12345 x 8 + 5 = 98765
123456 x 8 + 6 = 987654
1234567 x 8 + 7 = 9876543
12345678 x 8 + 8 = 98765432
123456789 x 8 + 9 = 987654321

1 x 9 + 2 = 11
12 x 9 + 3 = 111
123 x 9 + 4 = 1111
1234 x 9 + 5 = 11111
12345 x 9 + 6 = 111111
123456 x 9 + 7 = 1111111
1234567 x 9 + 8 = 11111111
12345678 x 9 + 9 = 111111111
123456789 x 9 +10= 1111111111

9 x 9 + 7 = 88
98 x 9 + 6 = 888
987 x 9 + 5 = 8888
9876 x 9 + 4 = 88888
98765 x 9 + 3 = 888888
987654 x 9 + 2 = 8888888
9876543 x 9 + 1 = 88888888
98765432 x 9 + 0 = 888888888

Brilhante, não?

E veja esta simetria:

1 x 1 = 1
11 x 11 = 121
111 x 111 = 12321
1111 x 1111 = 1234321
11111 x 11111 = 123454321
111111 x 111111 = 12345654321
1111111 x 1111111 = 1234567654321
11111111 x 11111111 = 123456787654321
111111111 x 111111111 = 12345678987654321


Agora, veja isto...

101%

De um ponto de vista estritamente matemático:

O que é igual a 100%?
O que significa dar MAIS que 100%?

Já pensou sobre aquelas pessoas que dizem estar dando mais do que 100%?

Todos já estivemos em situações em que alguem quer que você DÊ MAIS DO QU E 100%.

O que acha de ALCANÇAR 101%?

O que se iguala a 100% na vida?

Aqui está uma pequena fórmula matemática que pode ajudara responder a essas perguntas:

se

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

For representado como:

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26.

se

H-A-R-D-W-O-R-K (trabalho duro)

8+1+18+4+23+15+18+11 = 98%

e

K-N-O-W-L-E-D-G-E (conhecimento)

11+14+15+23+12+5+4+7+ 5 = 96%

mas

A-T-T-I-T-U-D-E (atitude)

1+20+20+9+20+21+4+5 = 100%

ENTÂO, veja aonde o amor de Deus o levará:

L-O-V-E-O-F-G-O-D (amor de Deus)

12+15+22+5+15+6+7+15+4 = 101%

Foto Histórica

recebi de um conhecido por e-mail. (P.A.P.)


O que é Páscoa?

O COELHO


-Papai, o que é Páscoa?

-Ora, Páscoa é... bem... é uma festa religiosa!

-Igual ao Natal?

-É parecido. Só que no Natal comemora-se o nascimento de Jesus, e na Páscoa, se não me engano, comemora-se a sua ressureição.

-Ressurreição?

-É, ressurreição. Marta , vem cá !

-Sim?

-Explica pra esse garoto o que é ressurreição pra eu poder ler o meu jornal.

-Bom, meu filho, ressurreição é tornar a viver após ter morrido. Foi o que aconteceu com Jesus, três dias depois de ter sido crucificado.
Ele ressuscitou e subiu aos céus. Entendeu?

-Mais ou menos... Mamãe, Jesus era um coelho?

-O que é isso menino?

Não me fale uma bobagem dessas! Coelho! Jesus Cristo é o Papai do Céu ! Nem parece que esse menino foi batizado! Jorge, esse menino não pode crescer desse jeito, sem ir numa missa pelo menos aos domingos. Até parece que não lhe demos uma educação cristã ! Já pensou se ele solta uma besteira dessas na escola ? Deus me perdoe ! Amanhã mesmo vou matricular esse moleque no catecismo!

-Mamãe, mas o Papai do Céu não é Deus ?

-É filho, Jesus e Deus são a mesma coisa. Você vai estudar isso no catecismo. É a Trindade. Deus é Pai, Filho e Espírito Santo.

-O Espírito Santo também é Deus?

-É sim.

-E Minas Gerais?

-Sacrilégio!!!

-É por isso que a ilha de Trindade fica perto do Espírito Santo?

-Não é o Estado do Espírito Santo que compõe a Trindade, meu filho, é o Espírito Santo de Deus. É um negócio meio complicado, nem a mamãe entende direito. Mas se você perguntar no catecismo a professora explica tudinho!

-Bom, se Jesus não é um coelho, quem é o coelho da Páscoa?

-Eu sei lá ! É uma tradição. É igual a Papai Noel, só que ao invés de presente ele traz ovinhos.

-Coelho bota ovo?

-Chega ! Deixa eu ir fazer o almoço que eu ganho mais !

-Papai, não era melhor que fosse galinha da Páscoa?

-Era... era melhor,sim... ou então urubu.

-Papai, Jesus nasceu no dia 25 de dezembro, né?

-Que dia ele morreu?

-Isso eu sei: na Sexta-feira Santa.

-Que dia e que mês?

- (???)

Sabe que eu nunca pensei nisso ? Eu só aprendi que ele morreu na Sexta-feira Santa e ressucitou três dias depois, no Sabado de Aleluia.

-Um dia depois!

-Não, três dias depois.

-Então morreu na Quarta-feira.

-Não, morreu na Sexta-feira Santa... ou terá sido na Quarta-feira de Cinzas? Ah, garoto, vê se não me confunde !

-Morreu na Sexta mesmo e ressuscitou no sábado, três dias depois!

-Como ?

-Pergunte à sua professora de catecismo!

-Papai, porque amarraram um monte de bonecos de pano lá na rua ?

-É que hoje é Sabado de Aleluia, e o pessoal vai fazer a malhação do Judas. Judas foi o apóstolo que traiu Jesus.

-O Judas traiu Jesus no Sábado ?

-Claro que não! Se Jesus morreu na Sexta !!!

-Então por que eles não malham o Judas no dia certo ?

-Ui...

-Papai, qual era o sobrenome de Jesus?

-Cristo. Jesus Cristo.

-Só ?

-Que eu saiba sim, por quê?

-Não sei não, mas tenho um palpite de que o nome dele era Jesus Cristo Coelho. Só assim esse negócio de coelho da Páscoa faz sentido, não acha?

-Ai coitada!

-Coitada de quem?

-Da sua professora de catecismo!

(Luiz Fernando Veríssimo)






*Gozado que nem os católicos, na realidade, sabem da verdadeira história disso tudo. Deveriam estudar o paganismo, ocultismo, o "Zeitgeist" (filme), e saber que tudo é Estória. (Muita mentira).
Os que crêem em religião, vão logo aceitando o que lhe dizem, sem ao menos questionar.
É como o caso do Coelhinho e a data do sábado Aleluia, que ninguém sabe a data certa. Data é Data!!!


.

Antigo astronauta da NASA garante existência de extraterrestres

2009-04-21 15:13:23

Mitchell acusa Governos de esconderem a verdade

Um ex-astronauta da NASA, Edgar Mitchell, que participou na missão Apollo 14, afiança que existe vida noutros planetas e que os Governos estão a tentar ocultar a realidade.

No âmbito da reunião anual de activistas e investigadores da vida extra-terrestre, X-Conference, o antigo astronauta afirmou que «não estamos sozinhos» e que os Governos dos Estados Unidos e de outros países estão a esconder a «verdade».

«O nossos destino, na minha opinião, e podemos começar já, é fazer parte de uma comunidade planetária. Devemos estar preparados para ir além do nosso planeta e além do nosso sistema solar para descobrir o que realmente existe lá fora», afirmou o ex- astronauta.

Edgar Mitchell cresceu na cidade de Roswell, no Novo México, onde alegadamente terá caído um OVNI em 1974.

O nativo de Roswell revelou que os residentes da cidade têm sido «ameaçados» e «instigados pelas autoridades militares a não falarem da sua experiência».



Fonte: Fábrica de Conteúdos - Coimbra,Portugal

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Mapa da vizinhança

Postado por Cássio Barbosa em 20 de abril de 2009 às 10:52

Você tem um mapa da sua cidade? Do Brasil? Se não tem, é fácil, a internet tem aos montes. Até mesmo mapas feitos com fotografias de satélites, hoje são muito comuns. Mas e um mapa do universo? Você tem?

Este é um dos desafios da astronomia moderna: montar um mapa do universo que mostre a distribuição das galáxias. Um mapa como esse tem como objetivo muito mais do que simplesmente localizar nossa posição, mas principalmente mostrar como as galáxias se distribuem no espaço.

A cosmologia trabalha com o princípio cosmológico, que diz que o Big Bang produziu um universo homogêneo e isotrópico, isto é, não deveria haver nenhuma região privilegiada. Não haveria no universo uma região muito rica em galáxias, ou uma região muito pobre. Se o universo começou com uma súbita e violenta expansão de um ponto singular (a idéia de uma explosão é errada, pois pressupõe a existência de alguma coisa antes ou fora do universo) não tem por que acumular mais ou menos matéria em pontos distintos do espaço. Por isso espera-se que a distribuição de galáxias seja uniforme.

Verificar a hipótese do princípio cosmológico é fácil, ao menos em teoria. “Basta” medir a distância do maior número possível de galáxias e ir desenhando suas posições em um mapa do céu. Só que medir a distância de uma galáxia não é muito fácil, imagine então medir esta distância para dezenas ou centenas de milhares delas.

Bom, o que vemos na figura acima é justamente um mapa desses, produzido pelo projeto australiano 6dFGS. Nesse caso, mais de cem mil galáxias foram observadas e suas distâncias medidas, sendo que as mais distantes estão a 2 bilhões de anos-luz. O mapa cobre quase 80% do céu e a faixa escura representa a região do céu em que não é possível obter dados. O mapa mostra filamentos, aglomerações e quase uns 500 espaços vazios.

Mas e o princípio cosmológico?

O princípio cosmológico deve funcionar em escalas muito maiores. Para distâncias tão curtas como essas do mapa estamos evidenciando a distribuição local de galáxias. Elas se concentram em aglomerados, formando alguns vazios entre eles.
Além da distribuição local de galáxias, esse mapa também indica as velocidades delas. Todas se afastam umas das outras seguindo o movimento coletivo de expansão do universo, mas cada uma tem um movimento individual. A medição desses movimentos peculiares, como são chamados, permite estudar como se comporta a estrutura local do universo.

Para provar o princípio cosmológico é preciso medir distâncias muito maiores que esses 2 bilhões de anos-luz. Mas aí temos um problema sério,chamado efeito de seleção. Em distâncias muito grandes só conseguimos observar as galáxias mais brilhantes e perdemos as mais fracas, justamente as mais numerosas. Os mapas produzidos não têm pontos suficientes para mostrar a homogeneidade do universo.

Enquanto a tecnologia avança para os cosmólogos superarem esse obstáculo, ficamos com mapas da nossa vizinhança. Pelo menos ninguém se perde!


Fonte: G1

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Impacto profundo: cientista propõe método para desviar asteróide

Sexta-feira, 17 abr 2009


As teorias para salvar a Terra de um possível impacto de um asteróide não são novas e vão desde a instalação de foguetes propulsores na própria rocha, que a tirariam da rota de colisão até à explosão atômica do asteróide, que o fragmentaria em mil pedaços. Até o presente momento, no entanto, não existe nenhuma tecnologia capaz de evitar uma grande colisão, mas os cientistas não dão o braço a torcer.



Recentemente, um aluno de doutorado em engenharia aeroespacial da universidade da Carolina do Norte propôs uma maneira relativamente simples e eficaz de desviar asteróides e outros objetos em rota de colisão contra a Terra. Segundo a teoria bastaria prender ao asteróide uma longa corrente presa a uma âncora.

"Com esse simples método você muda o centro de massa do objeto alterando efetivamente sua órbita, que ao invés de se chocar com a Terra avançaria em outra direção", disse David French, autor do trabalho. A teoria ganhou a simpatia de outros pesquisadores e foi aceita para ser apresentada na Conferência Space 2009, promovida pelo Instituto Americano de Aeronáutica e Espaço, que ocorrerá em setembro na Califórnia.

Atualmente estão identificados mais de 1000 objetos "potencialmente perigosos" e que representam algum tipo de risco contra a Terra. Apesar de nenhum deles estar em rota de colisão, não se pode prever futuras alterações de órbitas provocadas por atração gravitacional ou interações com o vento solar. Pequenas alterações em suas trajetórias podem fazê-los impactar contra a Terra.

Pensando nessa possibilidade, French e seu orientador Andre Mazzolen, professor de mecânica e engenharia aeroespacial, estudaram como um sistema "asteróide-corrente-âncora" poderia ter sua dinâmica alterada, reduzindo ou eliminando a chance de impacto.

"Não é fácil imaginar a escala do problema e as potenciais soluções", disse French. "A Terra vem sendo atingida por objetos desde há muito tempo e nós conhecemos bem os efeitos negativos disso. Há 65 milhões de anos um asteróide de grande tamanho atingiu a terra ao sul do Golfo do México e simplesmente varreu os dinossauros do mapa. Em 1907, um pequeno fragmento, talvez originado de um cometa, praticamente acabou com uma área similar a Nova York. Em outras palavras, a escala para nossa solução é difícil de ser avaliada", explicou French.

O pesquisador estima que o tamanho da corrente necessária para alterar o centro de massa pode variar entre mil quilômetros até mais de 100 mil km, (suficientes para dar duas voltas e meia ao redor da Terra). Apesar dessa variação ser bastante grande, French acredita que é a melhor idéia proposta para desviar um asteróide.



"Pesquisamos também outras possibilidades, mas sem condições reais de serem colocadas em prática, entre elas pintar um dos lados do asteróide de preto a fim de alterar o modo como a luz aquece sua superfície, alterando sua órbita ou prender o asteróide a outro objeto próximo, também mudando seu centro de massa. Também existe a chance de explodir o objeto com bombas nucleares, mas neste caso existem obstáculos políticos e técnicos quase intransponíveis, além de provocar uma chuva de fragmentos que poderia agravar ainda mais a situação".

Apesar de parecer simplista, a teoria da corrente-âncora ganha adeptos e poderá ser de fato uma opção real para desviar objetos em rota de colisão.

Todas as peripécias vistas em filmes, como bombas nucleares fragmentando os asteróides, são de fato ficção, já que a tecnologia necessária para isso não existe. As melhores estimativas mostram que atualmente seriam necessários pelo menos 20 anos, após a detecção de um asteróide em rota de colisão, para que uma tecnologia para desviá-lo ou destruí-lo fosse desenvolvida.


Apophis
Atualmente, o objeto que mais chama a atenção dos cientistas em todo o mundo é o asteróide 2004 MN4, também chamado de Apophis.

De acordo com o JPL, Laboratório de Propulsão a Jato, da NASA, em 2029 o asteróide se aproximará muito da Terra poderá passar por uma região conhecida como "buraco gravitacional", uma estreita área no espaço que colocará o asteróide rumo a um possível impacto. De acordo com os últimos cálculos existe uma chance em 45 mil de que o objeto possa de fato se chocar com a Terra no ano de 2036, mais precisamente no dia 13 de abril.

Apophis, que em grego significa "destruidor", é hoje o corpo celeste mais vigiado no espaço pela comunidade científica. Baseado em estudos sobre o brilho do objeto, especialistas calculam que Apophis tenha entre 320 e 420 metros e caso se choque com a Terra, sua massa, velocidade, composição e ângulo de entrada seriam suficientes para provocar uma explosão equivalente a 1480 megatons de TNT, o que representa 114 mil vezes a energia liberada pela bomba atômica lançada em 1945 sobre Hiroshima e sete vezes mais intensa que explosão do vulcão Krakatoa, na Indonésia, em 1883. A energia seria capaz de desintegrar completamente uma extensão de terra do tamanho da ilha da Sicília e causar efeitos colaterais na geografia, clima e no meio ambiente de mais de 30% do planeta



Artes: A ilustração no topo da página mostra como seria o impacto de um asteróide na Terra. A segunda foto mostra o asteróide 951 Gaspra, de 19 km de diâmetro, fotografado pela sonda Galileo. Créditos: Wikimedia Commons/Nasa/JPL.



Fonte: Apolo11.com

Nasa lança telescópio em busca de nova "Terra"

04/03/2009 - 08h49

RICARDO MIOTO
colaboração para a Folha de S.Paulo

A Nasa lança na sexta-feira, às 22h48 (0h48 de sábado em Brasília), o primeiro telescópio espacial com capacidade de encontrar um planeta fora do Sistema Solar com tamanho e condições de habitabilidade semelhantes às da Terra.

A Missão Kepler vai monitorar a luminosidade de 170 mil estrelas simultaneamente para cumprir sua tarefa. Cada vez que o brilho de uma estrela cai, é sinal de que um planeta pode estar passando na sua frente.

Nasa
Missão Klepler observará uma região do céu por anos para achar astros habitáveis perto de estrelas a até 3.000 anos-luz do Sol
Missão Klepler observará uma região do céu por anos para achar astros habitáveis perto de estrelas a até 3.000 anos-luz do Sol

Esse método, conhecido como "trânsito", já é usado por outros telescópios. O Kepler, porém, terá uma sensibilidade inédita. Um planeta do tamanho da Terra, se observado a distância, oculta apenas cerca de um décimo de milésimo da luz emitida por sua estrela-mãe, e o novo telescópio espacial poderá enxergar isso.

"Isso equivale à queda de luminosidade que ocorre quando uma pulga passa na frente do farol de um carro vindo na direção contrária a você, de noite, bem longe", disse à Folha Jon Jenkins, da Nasa, um dos criadores do software que servirá como cérebro do Kepler.

Diferentemente de telescópios como o Hubble, porém, o Kepler não tirará fotos do Universo bonitas o suficiente para enfeitar paredes. Seu papel será mesmo medir a emissão de luz de cada estrela e perceber mínimas oscilações.

Contudo, só depois de análises cuidadosas de dados é que cientistas poderão dizer onde estão os tão procurados planetas "gêmeos" da Terra.

O problema é que o brilho de estrelas oscila naturalmente, atrapalhando as medições. Segundo Sylvio Mello, astrônomo da USP, saber se as oscilações ocorrem sozinhas ou por causa dos planetas será "o maior desafio técnico" do Kepler.

Para decretar o achado de um planeta, é preciso ver pelo menos três trânsitos com quedas de brilho semelhantes e separados pelo mesmo intervalo.


Arte
Veja como é o telescópio da missão Kepler
Veja como é o telescópio da missão Kepler

Arte
Telescópio espacial é o primeiro com capacidade de encontrar planetas tão pequenos quanto a Terra
Telescópio espacial é o primeiro com capacidade de encontrar planetas tão pequenos quanto a Terra

Trabalho prolongado

A missão durará ao menos três anos e meio, com orçamento previsto de US$ 591 milhões. O Kepler vai girar em torno do Sol, na mesma órbita da Terra, seguindo-a.

A vantagem de estar no espaço é que não há ar para atrapalhar a visão. Além disso, como a Terra gira, um telescópio terrestre não é capaz de observar uma mesma estrela continuamente.

Às vésperas da decolagem do foguete Delta-2, que levará o Kepler ao espaço, os cientistas cruzam os dedos. "Estou um pouco ansioso porque lançar uma nave espacial é difícil e, como somos tristemente lembrados de tempos em tempos, não é livre de riscos", diz Jenkins.

O Kepler vasculhará uma área específica do céu, perto da constelação do Cisne. É uma região da nossa galáxia muito rica em estrelas e, espera-se, em planetas. Outra vantagem é que o Sol nunca estará na direção em que o telescópio aponta, o que impediria as observações.

A estrelas que o Kepler vai monitorar estão de 500 anos-luz a 3.000 anos-luz de distância da Terra (um ano-luz é igual a 9,5 trilhões de quilômetros).

O Kepler dá continuidade a projetos similares anteriores, mais baratos, como o francês Corot. Os menores planetas encontrados pela missão até hoje, porém, apresentam o dobro do tamanho da Terra.

Eduardo Janot, astrônomo da USP que colabora com o Corot, diz que o Kepler terá de superar dificuldades semelhantes.

"A precisão exigida é muito grande, o que demanda muito esforço", diz. "É fácil achar planetas grandes, já temos mais de 300 "jupíteres" por aí. Mas queremos "terras". Isso é caro e demora."

O interesse em procurar planetas pequenos é que aqueles muito grandes -chamados de gigantes gasosos- não possuem uma superfície sólida com condições habitáveis. Entretanto, lembra Mello, habitável não significa habitado. E ainda não há muito como tentar investigar se um planeta fora do Sistema Solar tem vida.

"Seria muita casualidade encontrar algo logo de saída", diz.


Fonte: Folha Online

Astrônomos revelam maior colisão entre galáxias já registrada

17/04/2009 - 09h23

Da BBC Brasil
Astrônomos identificaram a maior colisão entre aglomerados de galáxias já registrada, a partir da combinação de imagens captadas por três telescópios diferentes.

Usando dados do telescópio espacial Hubble, do Observatório Chandra e do Observatório Keck, no Havaí, os cientistas conseguiram determinar a geometria tridimensional e o movimento dos aglomerados, a uma distância de 5,4 bilhões de anos-luz da Terra.

Imagem foi obtida com combinação de dados de três telescópios
Os pesquisadores descobriram que quatro aglomerados distintos se envolveram em uma fusão tripla, em um fenômeno que, segundo eles, poderá ajudar a entender o que ocorre quando alguns dos maiores corpos do Universo se chocam.

Aglomerados de galáxias interagem gravitacionalmente uns com os outros, e colisões entre eles são normais.

'Notável'

Os objetos envolvidos na colisão pertencem a um sistema batizado pelos astrônomos de MACJ0717, um "filamento" de galáxias, gases e matéria negra com 13 milhões de anos-luz de extensão e em constante fluxo de material.

"Além de ser lotado de movimentos, este sistema também é notável por causa de sua temperatura - uma das mais altas já conhecidas", afirmou Cheng-Jiun Ma, da Universidade do Havaí e o chefe da pesquisa.

"Trata-se do aglomerado mais espetacular e mais perturbado que eu já vi", disse. "Creio que ele pode nos ensinar muito mais sobre como as estruturas do Universo crescem e evoluem."

Para a descoberta, o telescópio de Keck e o Hubble forneceram informações ópticas sobre o movimento e densidade das galáxias ao longo de uma linha, mas não sobre o que ocorria na rota perpendicular a esta linha.

Ao combinar os dados de raio-X vindos do Observatório Chandra, os cientistas conseguiram os detalhes tridimensionais da imagem.

Ma e seus colegas esperam no futuro poder utilizar imagens de raio-X ainda mais penetrantes para medir a temperatura dos gases ao longo de toda a extensão do filamento.


Fonte: Uol

REPELENTE CASEIRO

recebi de uma amiga, a Bete... e ai vai a receita...



Esta receita foi passada por pessoas de uma colônia de pescadores de Muriquí que nunca tiveram dengue ou 'afins'. O excelente é que não intoxica; pode ser usado à vontade.

Divulguem esta receita para seus amigos e parentes!!!!!!
- 1 garrafa de álcool;
- meio vidrinho de óleo Johnson, ou óleo para bebê, para não desidratar a pele;
- 1 pacote de cravo (mais ou menos 30 cravos) da Índia em infusão por algumas horas;
Torna-se um excelente repelente caseiro!!!!!

Os pescadores há muito, já conhecem esta mistura, usam sempre em suas noites de pescaria para evitar picadas de insetos.

Vamos divulgar uma prática barata e que pode salvar muitas vidas.

Geleira antártica abriga ecossistema "alienígena"

Cientistas dos Estados Unidos e do Reino Unido descobriram na Antártida um ecossistema isolado num lugar onde até então achava-se que nada pudesse viver: um lago de água supersalgada encerrado sob 400 metros de gelo num dos piores desertos do mundo.

Ali, debaixo da geleira Taylor, uma estranha comunidade de bactérias evolui em total isolamento e sem nenhum oxigênio há pelo menos 1,5 milhão de anos. A dieta desses microrganismos consiste unicamente de compostos de ferro e enxofre.

Benjamin Urmston
Frente da geleira Taylor, na Antártida, com as Blood Falls (Cachoeiras de Sangue, em inglês), vermelhas devido à ferrugem
Frente da geleira Taylor, na Antártida, com as Blood Falls (Cachoeiras de Sangue, em inglês), vermelhas devido à ferrugem

Saber como eles têm prosperado num ambiente tão extremo pode ajudar a entender a vida em outros planetas e no passado da própria Terra, quando --acredita-se-- um manto de gelo cobria boa parte do globo.

O grupo de pesquisadores liderado por Jill Mikucki, da Universidade Harvard (hoje no Dartmouth College), chegou até os micróbios estudando o não menos estranho fluxo de salmoura que de tempos em tempos escorre da frente do glaciar, nos Vales Secos de McMurdo, uma das regiões mais áridas da Antártida.

Essa água salgada é tão rica em ferro que, em contato com o ar, enferruja imediatamente, manchando o gelo. Os primeiros exploradores da região batizaram o fenômeno de Blood Falls (Cachoeiras de Sangue, em inglês), e atribuíram a coloração do gelo a algas.

Mikucki já desconfiava que pudesse haver vida ali, e desde 2004 ela coleta amostras de gelo nas Blood Falls. Foi preciso tempo e paciência, no entanto, para que ela e seus colegas conseguissem pôr as mãos na salmoura: seu fluxo a partir da piscina de água salgada na base da geleira é irregular e regido por fatores desconhecidos.

"Quando eu comecei a fazer a análise química, não havia oxigênio", afirmou a pesquisadora em um comunicado à imprensa. "Foi aí que as coisas começaram a ficar interessantes."

Análises genéticas do material, cujos resultados são publicados hoje no periódico "Science", mostraram que uma comunidade com poucas espécies de bactérias habita a salmoura. Elas são parentes de bactérias marinhas comuns, mas, ao mesmo tempo, são extremamente diferentes. Usam compostos de enxofre (sulfatos) para ajudá-las a "respirar" ferro, um truque metabólico inédito.

Os pesquisadores acreditam que essa peculiaridade evolutiva seja consequência de centenas de milhares de anos de isolamento. Os ancestrais dessas bactérias provavelmente viviam no mar há milhões de anos, antes de os Vales Secos se erguerem, aprisionando uma porção de mar na forma de uma laguna. Há cerca de 1,5 milhão de anos, a geleira Taylor avançou, cobrindo essa laguna, que não congela por ser quatro vezes mais salgada que o oceano.


Fonte: Folha Online

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Moradores voltam a temer Ovnis em Itatira

SERTÕES DE CANINDÉ (11/4/2009)

Os 17.689 habitantes de Itatira estão evitando andar a noite pelas estradas com medo dos objetos não identificados

Itatira. Os Objetos Voadores Não Identificados (Ovnis) estão de volta a esta cidade, nos Sertões de Canindé. Moradores das localidades de Contendas, Arisco, Conjunto Novo e Volta da Jurema estão apavorados com a presença dos objetos que voltaram a ocupar o espaço nos céus da região, nos últimos dois meses. Os 17.689 habitantes estão evitando andar à noite pelas estradas.

Donas-de-casa, agricultores, estudantes, comerciantes, vaqueiros e motoristas afirmam que já viram objetos luminosos durante a noite em cores azul, vermelha e amarela. Todos na região descrevem da mesma maneira. O objeto se move rápido, irradia uma luz forte, provoca um calor enorme e não emite barulho.

Segundo a estudante Luciana Cristina, 17 anos, que reside na comunidade de Contendas, o objeto luminoso surge do nada e irradia uma luz de cor laranja bem forte a ponto de aumentar a temperatura do corpo em segundos. “Foram diversas aparições, mas só consegui fotografar uma, no dia 28 de março, às 20h30, deste ano”, disse. “Muitas pessoas já viram esse objeto estranho, não sabemos precisar o que realmente é, mas que deixa muito medo”.

O vaqueiro Adenil Braga dos Santos, 34 anos, ficou três dias sem dormir impressionado com o que viu numa viagem a cavalo de Marcajá, região de Santa Quitéria, para sua residência, no Conjunto Novo, na sede de Itatira. “Era uma luz de cor vermelha, que emitia um calor intenso e, quanto mais eu corria, mais ela me seguia, foi uma noite de pânico”. Quem também jura que viu o objeto luminoso é o evangélico Maximiano Carmo, 82 anos. Segundo ele, uma luz emitiu uma onda de calor sobre ele. “Meu neto gritou: vô, olha a luz e quando olhei para cima desmaiei devido à quentura sobre meu corpo ser acima do normal”.

Formato do objeto

Em Contendas, Maria Gomes Anunciação, 73 anos, descreve o formato do objeto. “Uma luz vermelha que clareou a madeira, foi jogada sobre meu corpo. Tive que me abrigar sobre uma árvore para evitar o pior”, conta ela, que vinha da casa de uma amiga. Sua filha, Maria José Duarte, 43 anos, diz que já viu três vezes. “Começou pequena, do tamanho de uma estrela, com uma cor avermelhada, depois foi formando, aumentou e ficou azul paralisado no ar e após ficar cinza sumiu”.

Um depoimento que chama atenção é do empregado da Prefeitura de Itatira, Antônio Cavalcante, 39 anos. Ele disse que viu o objeto na localidade de Volta da Jurema. “É tipo um avião de 3 a 4 metros de comprimento. Redondo e comprido. A sua fuselagem é cor prata, tem vidros azuis na frente e um trem de pouso preto”. Ele chegou a desenhar o objeto para provar o que viu. “Emite uma luz vermelha que causa calor intenso, tem cor azul”. Segundo ele, a perseguição durou em torno de 23 minutos. “Fiquei com muito medo. Esse jogo de luz me causou problemas até para dormir. Estou sem conseguir repousar tranquilo há três meses”, contou.

José Wilson, da comunidade de Ariscos, perdeu o tempo da marcha de sua moto ao ser perseguido pelo objeto luminoso e teve que jogar o transporte dentro do mato. “Este aparelho, que não sei explicar o que é, ficou jogando uma luz forte sobre minha moto por mais de 15 minutos. Fiquei escondido debaixo de uma árvore. O diâmetro da luz gira em torno de 8 metros, e tomou toda a estrada”, disse. “Quando tentei ir para casa, a bateria da moto estava descarregada”.

O ufólogo Agobar Peixoto explica que, de 10 em 10 anos, os objetos se concentram numa área, fazendo uma varredura no Ceará. Esses objetos são do tamanho de um carro normal e emite uma energia luminosa muito forte.

Segundo o presidente do Centro de Ufologia Brasileira, Milton Dino Frank Júnior, é importante explicar que Ovni, como o nome sugere, é um objeto voador não identificado e não necessariamente uma nave espacial ou qualquer outra coisa extraterrestre. “Quem trabalha com ufologia não são caçadores de ET (extraterrestre). A ufologia se preocupa com a segurança do espaço áereo”. Para ele, o relato das testemunhas é muito mais importante do que os registros de fotos ou filmagens, por mais que esses relatos não possam ser usados como provas científicas.

Em Itatira, já foram registradas 273 aparições de 21 de novembro de 2008 até a data de 8 de abril de 2009.


Fonte: Diário do Nordeste

Formato da lua Titã de Saturno intriga cientistas

11 de abril de 2009

Na imagem, aparece a lua Titã na cor alaranjada. A Titã é a maior lua de Saturno
18 de março de 2009
EFE

HENRY FOUNTAIN




Graças à missão Cassini, cientistas descobriram nos últimos anos muito sobre Titã, a maior lua de Saturno. Entre outras coisas, eles sabem agora que ela possui dunas de areia, lagos de metano líquido e, talvez, vulcões glaciais.

Eles também sabem algo sobre seu formato. Usando dados de instrumentos do radar da Cassini, Howard A. Zebker, da Universidade de Stanford, e colegas determinaram que Titã é levemente saliente ao redor do seu centro e achatada nos pólos.

O grau de achatamento é pequeno, relatam os pesquisadores em um artigo publicado online na Science. Também não é algo surpreendente, Zebker disse, "porque Titã rotaciona de forma parecida à Terra" (e a Terra também é achatada). Titã sempre tem a mesma face voltada para Saturno e a poderosa força gravitacional do planeta gera grandes marés na lua, aumentando a deformação.

Mas o formato de Titã não é exatamente o que seria esperado na teoria. Uma possível explicação para isso, Zebker disse, é a distribuição irregular de calor no núcleo de Titã. Ou talvez a lua estivesse mais perto de Saturno no passado, quando seu formato teria se formado e "congelado."

O achatamento de Titã também pode ajudar a explicar o motivo de seus lagos de metano estarem concentrados perto dos pólos. Se existe um "lençol de metano" (análogo a um lençol d'água na Terra), então seria mais provável que o líquido alcançasse a superfície em uma área de baixa elevação, como os pólos.


Fonte: The New York Times

Telescópio Hubble registra show de luzes em buraco negro

A explosão de luz veio de uma bolha de matéria chamada HST-1
15 de abril de 2009
Nasa/Divulgação


15 de abril de 2009 • 04h51 • atualizado às 09h19


O telescópio espacial Hubble, da Nasa (agência espacial americana), testemunhou um verdadeiro show de luzes vindo de um buraco negro no centro de uma galáxia.

A explosão de luz veio de uma bolha de matéria chamada HST-1, embutida em um jato de matéria, um poderoso e estreito raio de gás quente produzido por um buraco negro que fica no centro de uma galáxia elíptica e gigantesca, a M87.

O HST-1 é tão brilhante que está ofuscando até o centro brilhante da galáxia M87, cujo buraco negro é um dos maiores já descobertos. A massa de gás brilhante tem dado um espetáculo para astrônomos. Os cientistas observaram o brilho estável do HST-1 por vários anos, até que ele se apagasse. E então o HST-1 se reacendeu e agora os astrônomos afirmam que é difícil prever o que vai acontecer.

O telescópio Hubble está observando esta atividade nos últimos sete anos, fornecendo imagens detalhadas dos eventos. O telescópio dá aos astrônomos uma visão única, próxima do ultravioleta do jato de luz que os telescópios na Terra não conseguem alcançar.

"A visão precisa do Hubble permite definir o HST-1 e separar do buraco negro", afirmou o o astrônomo Juan Madrid, da Universidade McMaster, em Hamilton, no Canadá.

Madrid reuniu sete anos de imagens de arquivo do jato de luz, capturadas pelo Hubble, incluindo as mudanças no comportando do HST-1 durante o tempo. O jato de luz pode fornecer dados sobre a variação de jatos em buracos negros de galáxias distantes, que são difíceis de estudar por estarem tão longe da Terra.

A galáxia M87, por exemplo, está a 54 milhões de anos-luz da Terra, no Grupo de Virgem, uma região próxima no universo, com a maior densidade de galáxias.

"Não esperava que o jato na M87, ou que qualquer outro jato em um buraco negro, aumentasse o brilho da maneira que este jato faz", disse Madrid.

"Ficou 90 vezes mais brilhante que o normal. A questão é: isto ocorre com todos os jatos ou núcleos ativos, ou estamos observando um comportamento incomum da (galáxia) M87?", questionou o astrônomo.

Razões para o brilho
Apesar das muitas observações feitas pelo Hubble e outros telescópios, os astrônomos não tem certeza da causa do brilho.

Uma das explicações mais simples é que o jato atingiu uma linha de poeira ou nuvem de gás e então está brilhando devido à colisão. Outra possibilidade é que as linhas do campo magnético do jato estão espremidas, juntas, o que libera uma grande quantidade de energia.

Este fenômeno é semelhante à maneira como se desenvolvem as explosões solares e é até um mecanismo de criação das auroras na Terra. Agora, o astrônomo Juan Madrid espera que as observações futuras do HST-1 revelem a causa da atividade misteriosa.

"Esperamos que as observações nos forneçam algumas teorias com boas explicações sobre os mecanismos que estão causando os jatos de luz", afirmou.

"Os astrônomos querem saber se esta é uma instabilidade intrínseca ao jato quando abre caminho para fora da galáxia ou se pode ser outra coisa", acrescentou.


Fonte: Terra / BBC Brasil

Telescópio capta imagem espacial semelhante a mão humana

15 de abril de 2009 • 01h43 • atualizado às 05h19


Os dedos azuis parecem tocar uma nuvem vermelha
14 de abril de 2009
EFE


O telescópio Chandra da Nasa conseguiu captar uma imagem no espaço que é semelhante a uma mão humana. Os dedos azuis parecem tocar uma nuvem vermelha.

A fotografia retrata a formação de uma estrela que se expande a 150 anos luz da Terra.

Com informações da EFE


Redação Terra

terça-feira, 14 de abril de 2009

Shows Caros: Quem paga por isso?

Está na moda ouvir axé, sertanejo, rock-pop, etc. Mas, assistir shows, está fora do orçamento de muitas famílias.
O motivo se dá pelas "fortunas" que os artistas cobram para fazer shows. Claro, eles podem pedir o quanto quiserem. Só paga quem quer!.
Mas acontece que, muitos artistas "da moda", como Ivete Sangalo, Cláudia Leitte, Nx-Zero, Cezar Menotti e Fabiano, entre outros, tem um cachê para shows convencionais, nada menos que R$ 100 mil "o mais barato". Isso sem contar as despesas, pois se for show corporativo, alguns nomes podem chegar a mais de R$ 1 milhão. Pouco, Não?
Recentemente a Volkswagem realizou um show com a poderosa Ivete Sangalo para o lançamento do novo Gol e o mesmo custou em torno de 1,5 milhão de reais. (Só o show)
Comenta-se que a festança custou R$ 8 milhões aos cofres da Volks, dinheiro gasto com cachês, transporte de convidados (que vieram de toda a América Latina), alimentação, brindes e infra-estrutura, entre outros.
Levando em consideração os custos desses shows, somente mesmo com as festas dos municípios, como "aniversário da cidade" é que uma família poderia ou poderá, desfrutar de um show de renome. Mas, havia uma outra opção, mesmo que este envolvesse a política do nosso país, foi quando existiam os showmícios, nas campanhas políticas que tinham "megashows" e toda família também podiam aproveitar o show, sem mesmo ser interrompido pelos candidatos, pois os artistas tinham um termo que "o show não poderia ser parado para o candidato/contratante pronunciar".
"Eta época boa essa, que o presidente Lula deixava todos trabalharem e divertir, sem excluir os trabalhadores". Coisa essa que não ocorre mais, graças ao atual presidente, onde tirou o direito da classe artística de trabalhar, entre outras.
Então, uma família que recebe salário mínimo e que tenha 1 ou mais filhos, não tem condição de pagar por ingresso e levar a família para ver um show, sendo que a entrada individual podem chegar, no caso do show da Ivete Sangalo, em torno de R$ 80 reais.
No caso de Festas do Peão, com apoio de patrocinadores, esse valor pode ser reduzido pela metade, mas lembrando que tem aquela lei que "estudande paga meia entrada", onde isso acaba dificultando um planejamento, por não ter uma média real do número de estudantes, e claro, criando mais uma dificuldade ao salariado em levar sua família, pois os valores, em muitos casos, são alterados, pois se tem estudantes, a coisa complica.
Não sei porque existe essa lei, que por eu ver, parece preconceituosa, dando direito somente para algumas classes (sejam sociais ou não) e que tem condições SIM de pagar para entrar.
"Afinal, estudande é para estudar e não só viver em festas." Essas palavras são de pais de estudantes, revoltados, que uma vez se lamentaram de seus filhos, por frequentarem Festas Raves e deixando o mais precioso de lado: o estudo!

Enfim, todos tem o direito de cobrar o cachê que quiser, pois é oferecido pelos grandes artistas, uma estrutura de toneladas de equipamentos, para ser produzido um belo show de som, luz e imagem.

Então, você já sabe quem paga por isso...


Fonte: Fiek

Amazônia poderá ter a maior enchente dos últimos 50 anos

Lisiane Wandscheer
Da Agência Brasil
Brasília


O sistema hidrográfico dos rios Negro e Solimões, em Manaus, poderá sofrer a maior inundação, desde 1953, quando houve uma cheia histórica recorde, que influencia diretamente toda a bacia amazônica. Naquela época o nível do rio chegou a 29,69 m. A previsão para este ano é que chegue a 29,68 m no mês de junho, quando tradicionalmente ocorre o pico da cheia.


O alerta foi dado hoje (14) pelo diretor-presidente do Serviço Geológico do Brasil, Agamenon Dantas, durante audiência pública realizada pela Comissão da Amazônia, Integração Nacional e Desenvolvimento Regional da Câmara dos Deputados.


A previsão é feita em três fases: primeiramente, com 75 dias de antecedência, realizada em março, que indica 70% de chance de acerto; depois com 60 dias (que será feita no final de abril) com 87% de probabilidade de acerto e, por fim, com 30 dias de antecedência, o que garante acerto de 95% .


De acordo com Dantas, atualmente o nível dos rios está em 28,10 m. "É importante que que estes dados sejam divulgados com antecedência. Caso se confirmem as enchentes será necessário uma preparação de todo o estado, principalmente porque temos a previsão de permanência da cheia por cerca de 60 dias", destacou Dantas.


Fonte: Uol

segunda-feira, 13 de abril de 2009

...e viva a Fé!. Fé?

e-mail recebido de L.M.C.


Nada de padres sisudos ou barrigudos; ao contrário, o calendário romano, como é chamado, mostra 12 padrecos escolhidos por sua beleza física. O vaticano diz que o calendário não é oficial. Mas o certo é que nas últimos edições a tiragem esgotou poucos dias depois de ser colocada à venda na internet.


A função da "folhinha", segundo os editores, é ser um informativo para o turista que visita o Vaticano já que no verso de cada fotografia constam informaçãoes do pequeno Estado. Mas o que acontece na verdade é que o "mulherio" fica totalmente perdida.

Antes que apareça um chato questionando a veracidade do calendário dizendo que é fake -virou mania isso agora, o sujeito mal sabe sobre o assunto e nem procura informação, mas já vai enchendo a boca para dizer "fake", maldita inclusão digital-, você pode encontrar mais informações do calendário no site oficial do Calendário Romano.













Fonte: Internet




***Ops: Quero deixar bem claro: "Sou homem e gosto é de mulher"




.

Max Gehringer é o cara! ( Os Gurus do Mercado de Trabalho)

Max Gehringer é o cara!

Não acha?







Não há mais tempo para desenvolvimento sustentável, afirmam pesquisadores

e-mail que recebi de H.C.


* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *


Não há mais tempo para desenvolvimento sustentável, afirmam pesquisadores

Pesquisador em meteorologia pelo Insituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e ex-presidente da Sociedade Brasileira de Meteorologia, Prakki Satyamurty defende que o mundo adote outro caminho para reverter o quadro de destruição do meio ambiente que tem como conseqüência as mudanças climáticas.

Para ele, o desenvolvimento sustentável já não é o caminho mais aconselhável para a reversão desse quadro. A saída agora, segundo Satyamurty, seria a retirada sustentável, ou seja, a diminuição drástica do consumo de recursos naturais, aliada a um controle de natalidade que levasse a um crescimento menos acelerado do número da população mundial.

Ao falar sobre o tema escolhido pela Organização Meteorológica Mundial para marcar o Dia Mundial Meteorologia de 2009 - Tempo, clima e ar que respiramos - o pesquisador disse que a capacidade do planeta Terra de suportar o uso que se faz dos recursos naturais está cada vez mais limitada.

Por isso, Satyamurty defende que o consumo de recursos naturais deveria ser menor ou igual à reposição dessas riquezas ambientais na natureza. Segundo ele, a exploração dos recursos naturais pela população mundial já ultrapassou a capacidade de oferta do meio ambiente em escala global.

“Já passou o tempo do desenvolvimento sustentável. Agora é tempo de fazer uma retirada sustentável, ou seja, temos que retirar, gradativamente, por exemplo, o número de automóveis das ruas. Tudo o que foi colocado em excesso e hoje contribui para a destruição do meio ambiente precisa sair de cena. Esse é um assunto muito polêmico, mas as autoridades precisam parar e pensar em tudo o que está acontecendo. O mundo tem que mudar para melhor”, observou.

Satyamurty participou, neste semana, da programação realizada pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA) em alusão ao Dia Mundial da Meteorologia, comemorado em 23 de março.

Em palestra a estudantes da universidade, o pesquisador polemizou as estratégias pensadas em escala mundial para lidar com os diversos problemas causados pelas mudanças climáticas, como a falta de água. Segundo ele, a população mundial quadruplicou em 50 anos e o aumento da temperatura da superfície terrestre, do nível dos oceanos, bem como a poluição de todos ambientes são as principais conseqüências desse crescimento populacional.

“Com o aumento da população mundial, a diminuição das áreas de floresta e de espécies animais é inevitável. Mais áreas de lavoura, pastos e gado. Tudo isso provocou aumento de gás carbônico, gás metano e aumento substancial da temperatura na Terra”, relatou.

Ainda de acordo com o pesquisador indiano, assim como foi criado o mercado do crédito de carbono, também deveria existir o crédito de população. Para ele, outra missão das autoridades é o reflorestamento.

Todo país que estivesse crescendo demais deveria pagar por isso. Seria um incentivo à redução das populações e um benefício para o meio ambiente como um todo porque o planeta não agüenta mais essa situação.”

Na avaliação do chefe da divisão de Meteorologia do Centro Técnico Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) no Amazonas, Ricardo Delarosa, é incontestável que o desenvolvimento e o progresso geram perturbações e degradações nos sistemas naturais. Contudo, ele ponderou que o grande problema das nações não é a falta de alimentos, mas a distribuição imperfeita desses recursos alimentares.

“Entendo que o que está acontecendo é uma distribuição desigual das riquezas e recursos. A população cresceu bastante, mas a produção de alimentos também cresceu”, disse.

Com relação à polêmica avaliação de Satyamurty sobre a retirada sustentável, Delarosa ponderou que não existe maneira de desenvolver sem degradar de alguma forma. Para ele, a redução da população seria uma das alternativas existentes.

“Eu entendo que o desenvolvimento sustentável é um paradoxo. Não vejo como desenvolver e, ao mesmo tempo, ter sustentabilidade, pelo menos não do ponto de vista da conservação dos sistemas naturais como a gente os conhece hoje. Temos que trabalhar para minimizar esse custo que é um ônus imposto à natureza. Na minha opinião, é preciso haver uma conscientização de que é preciso distribuir melhor os recursos e as riquezas. Acho que isso seria mais efetivo do ponto de vista de preservar mais o ambiente que a gente vive”, concluiu.
(Fonte: Amanda Mota/ Agência Brasil)

30/03/2009

Qual delas é a mãe mais querida????






































HERANÇA DO DEPUTADO CLODOVIL HERNANDES

e-mail que recebi de L.M.C.


* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

HERANÇA DO DEPUTADO CLODOVIL HERNANDES

Clodovil é uma figura inegavelmente polêmica. Mas tinha idéias e coragem, além das suas contradições, tão humanas. Inteligente, com um senso crítico aguçado, ele dizia o que os outros apenas pensavam...

Em Julho de 2008 o deputado Clodovil Hernandes apresentou à Mesa da Câmara proposta de emenda à Constituição (PEC) para reduzir o número de deputados de 513 para 250. O projeto teve o apoio de 279 parlamentares (eram necessários 172 votos para que fosse apresentado). Não passou, por interesses óbvios. De novo é o gato tomando conta do peixe.
Pelo projeto, nenhuma Unidade da Federação poderá ter menos de 4 deputados nem mais de 35. Hoje, a menor representação tem 8 e a maior, 70. Se a PEC passar, haverá corte de 263 deputados e redução de gastos, só em despesas com os parlamentares, de R$ 26,3 milhões por mês. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. Vamos divulgar e apoiar? A idéia é ótima!!!! Fui pesquisar o custo de cada parlamentar brasileiro, e de acordo com a ONG Transparência Brasil o custo de cada deputado é de R$ 6,6 milhões por ano! E o custo de cada senador é de R$ 33,1 milhões por ano. (ver anexo)

Se a emenda Clodovil passasse, reduzindo pela metade o número de parlamantares, e supondo que isso pudesse ser feito tanto na Câmara quanto no Senado, teriamos uma economia de aproximadamente R$ 3,1 BILHÃO DE REAIS!!!

Isso dá mais ou menos R$ 17,00 por habitante.


Já que o gasto público com saude é de R$ 0,64 por habitante, veja o que a economia com os parlamentares pode proporcionar!!! (No Brasil, segundo o sindicato dos hospitais de Pernambuco (Sindhospe), "para um gasto total de U$ 600 per capita/ano (em saúde), apenas US$ 300 vêm do setor público. Destes, apenas U$ 150 são investimento federal, ou seja, U$ 0,40 por cidadão brasileiro".)

Daria para multiplicar a verba hospitalar atual por habitante por mais de 26 vezes!!!!


Além disso, teremos menos chance de corrupção, menos poliíticos para controlar.


Divulguem, se concordarem.


Quem sabe a maior obra do Clodovil não será póstuma ?

Bluetooth: um perigo invisível

e-mail que recebi de P.A.P.


* * * * * * *
* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *


Repasso como recebi.
Bluetooth: um perigo invisível

Sua segurança pode estar em risco se você deixa o Bluetooth do celular ativado o dia todo.

Como mais um dos diversos padrões para comunicação sem fio (Wireless) entre equipamentos — e dedicado a aplicativos e transações de porte menor que o Wi-Fi — o Bluetooth hoje está presente em diversos produtos no mercado. Câmeras, impressoras, headsets, sons automotivos e videogames são apenas alguns dos exemplos.

Mas é em um portátil que nos acompanha diariamente que esta maravilhosa tecnologia pode se tornar um verdadeiro pesadelo: nos celulares. Simples, praticamente todos nossos dados (incluindo números de telefones, contatos, endereços e até mesmo agendas) estão neles.

O perigo invisível

Ao deixar a sua conexão Bluetooth sempre ativada no celular, você estará permitindo que outras pessoas coletem suas informações sem esforços. Hackers podem causar verdadeiros estragos — e roubar todos os seus dados — caso tenham equipamentos necessários para realizar a sincronização de banda (que fica saltando em faixas pré-determinadas).

O que acontece é que pelas especificações atuais os endereços de conexão do Bluetooth não são encriptados (codificados e protegidos), uma grande falha de segurança. Também, pela falta de informação, muitos nem sequer alteram suas senhas de conexão, deixando as que vêm de fábrica e tornando o acesso ridiculamente fácil.

Atualmente no mercado existem até mesmo equipamentos com alcance estendido, que podem realizar a leitura de todos os aparelhos à sua volta.

Estudos secretos

A mais recente polêmica em torno da falta de segurança dos dispositivos com Bluetooth aconteceu no Reino Unido, na cidade de Bath. Milhares de moradores tiveram suas atividades e deslocamentos diários monitorados por meio de scanners de Bluetooth espalhados pela cidade.

O problema é que isso ocorreu sem qualquer autorização ou consentimento, configurando a quebra de sigilo e privacidade dos habitantes. Os dados eram repassados para o projeto Cityware. Além de colocar este teste mirabolante de varredura de Bluetooths em prática, os desenvolvedores ainda disponibilizaram o projeto para download na internet, o que agravou ainda mais a situação.

Atualmente em lugares como Toronto (no Canadá), Hong Kong e Singapura, também já foram avistados os scanners.

Como se prevenir

Não há uma forma de saber se o local no qual você está é ou não vigiado (a menos que não existam equipamentos com Bluetooth), portanto a melhor maneira de evitar o roubo das suas informações é deixar o Bluetooth desativado sempre que não for usá-lo. De quebra, você estará prolongando a durabilidade da sua bateria!

Quando quiser realizar a transferência de dados entre celulares, ou até mesmo para o computador, ative-a temporariamente. Uma boa ideia é também evitar locais lotados.

Outra dica é ir até as configurações de conectividade e Bluetooth do seu aparelho. Alguns permitem que sejam aceitas apenas conexões autorizadas (você precisa confirmar tudo antes que outra pessoa possa visualizar suas informações) e alguns dos modelos mais avançados possuem também um modo de operação oculto.

Neste modo, também chamado de non-discoverable, seu celular fica invisível para outros aparelhos, sendo que as únicas conexões estabelecidas serão as que você mesmo desejar.

Mais uma vez: sempre que não for utilizá-lo, procure desativar seu Bluetooth. Sua segurança e sua bateria agradecem.


Fonte: Baixaki
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vídeos

Loading...