Google+ Followers

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Brasileiro atravessa os EUA em carro solar criado por ele

Por: Angela Schreiber - 05/06/2009 07:28:08 AM

Com o XOF1, Marcelo da Luz quer chamar a atenção para a preservação do meio ambiente com o uso de energias alternativas.


O XOF1 já foi confundido com um disco voador


Marcelo da Luz viaja com o seu carro solar pelos EUA.
Parece um disco voador e chama a atenção por onde passa. O ousado projeto se chama XOF1 e é um carro movido a energia solar. Criado pelo paulistano Marcelo da Luz, 40, o veículo vem percorrendo vários locais do Canadá e Estados Unidos para chamar a atenção para a preservação do meio ambiente.

Foi assistindo a uma reportagem sobre a primeira corrida de carros solares, a World Solar Challenge, realizada na Austrália em 1987, que Marcelo se inspirou a criar o XOF1. Apesar da vontade de participar, Marcelo optou por engavetar o projeto, mas voltou à Austrália 12 anos mais tarde. “Me senti como uma criança numa loja de doces”, confidenciou ele.

De volta ao Canadá, onde já morava há quase 10 anos, Marcelo começou a levar o projeto mais a sério. “Foram dois anos de planejamento e estudos, dois anos e meio construindo o carro, e três anos ‘brigando’ com o governo”. A ‘briga’ começou em junho de 2005, quando Marcelo teve o pedido para dirigir o carro pelas ruas da Província de Ontário negado pelo Ministério dos Tranportes.

A licença especial para guiar carros solares na província existiu até o início dos anos 90. A partir de junho de 2004, quando um trágico acidente com um carro solar da Universidade de Toronto matou o motorista, foi imposta uma moratória.

Sensiblizado, um dos apoiadores do projeto falou com o Ministro dos Transportes. Sem sucesso. Marcelo então buscou por alternativas e registrou o veículo em Barbados, onde também tirou a carteira de motorista. Mas o Ministério dos Transportes proibiu um carro solar com licença estrangeira pelas ruas de Ontário.

Marcelo então dirigiu o carro temporariamente no estacionamento do Colégio Sêneca, em Toronto, em agradecimento ao apoio da escola ao projeto. Com o XOF1 dentro de um trailer, rumou a Buffalo, Nova York, seguindo para 7 estados americanos, localizados em volta da Província de Ontário.

Entrou no Canadá através da Província de Manitoba, fronteira com Ontário, foi até o Círculo Polar Ártico e passou pelo Alaska. Neste estado, o XOF1 foi parado 7 vezes pela polícia. Motivo: foi confundido com um OVNI. O brasileiro ri do fato, dizendo que foi liberado depois que os policiais viram que ele não era nenhum “alienígena”. Depois do susto, Marcelo foi para San Diego e Key West, Califórnia, de onde volta para o Círculo Ártico.

A aventura começou em 12 de junho de 2008. Com somente um lugar, o XOF1 conta com parceiros que se deslocam num “furgão”, onde são carregadas peças sobressalentes. Sem patrocinadores, Marcelo depende da ajuda de voluntários que vai coletando ao longo do caminho. “É uma aventura não só de dirigir um carro movido a luz, como a aventura de fazer isto sem dinheiro”. Todas as economias de Marcelo foram depositadas no projeto.


www.comunidadenews.com

Um comentário:

  1. * Desde quando os governos se preocupam com a segurança?
    ** Desde quando, onde, eles querem proteger o planeta Terra?
    *** Meio Ambiente? Que nada!... Precisa-se derrubar árvores sim, se não ficamos sem dinheiro. Onde vamos imprimir?
    Essa é a mentalidade dos governos deste planeta.
    Quanto mais o tempo passa, mais nojo tenho de ser humano.
    São todos nojentos, controladores e ignorantes, pois só sabem auto-destruir a si e a todos.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vídeos

Loading...